Ricardo Rodrigues defende combate ao desemprego em Vila Franca do Campo

Ricardo Rodrigues defende combate ao desemprego em Vila Franca do Campo

 

Lusa/Açoriano Oriental   Regional   6 de Abr de 2017, 12:00

O presidente da Câmara de Vila Franca do Campo e recandidato pelo PS nas eleições autárquicas, Ricardo Rodrigues, disse hoje que tem como metas combater a falta de habitação social e o desemprego no concelho.

 

"Temos no concelho um problema de falta de habitação social, sendo necessário olhar para ele com outros olhos", afirmou à agência Lusa Ricardo Rodrigues, que considera que um mandato de quatro anos "não é suficiente" para cumprir os objetivos a que se propôs.

O advogado, de 58 anos, natural de Ponta Garça, concelho de Vila Franca do Campo, na ilha de São Miguel, integrou o Governo Regional dos Açores e foi deputado na Assembleia da República.

Ricardo Rodrigues referiu estar também preocupado com o desemprego no concelho açoriano, que regista ainda "alguns níveis elevados", apesar de nos últimos dois anos "já ser visível a diminuição" do número de desempregados.

O autarca salvaguardou que nem a habitação social ou o desemprego são "competências específicas" do município, mas pretende combater estes problemas em colaboração com o executivo regional.

No plano interno, o cabeça de lista adiantou que quer ultrapassar o endividamento herdado de mandatos anteriores, objetivo que ainda não concretizou, apesar de já ter um acordo com instituições de crédito.

"Confesso que ainda não resolvi por completo a questão da dívida. Este dossiê ainda não está completamente fechado e esta é uma necessidade e urgência no sentido de solidificar as finanças", explicou Ricardo Rodrigues.

O recandidato propõe-se, por outro lado, a promover uma requalificação da orla costeira do concelho, procurada por locais e turistas pelas suas diversas praias e pela reserva natural do ilhéu de Vila Franca.

"Os projetos que pretendemos executar têm a ver com a valorização da nossa costa e frente marítima. Possuímos um terreno que tem esta vocação", declarou Ricardo Rodrigues, ressalvando que, nesta matéria, estão a ser "dados os primeiros passos".

O objetivo é "cativar a permanência de turistas" em Vila Franca do Campo, adiantou o candidato, esclarecendo que se pretende requalificar o terreno -- junto à marginal da vila - para zona de lazer com hotelaria e restauração, mas nesta fase a câmara está a "tentar encontrar parceiros que pretendam investir no concelho", com cerca de 11 mil habitantes.

Nas últimas eleições autárquicas, o PS conquistou quatro mandatos, enquanto a coligação Acreditar de Novo, formada pelo PSD e PPM, obteve três mandatos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.