Revista de Imprensa Nacional


 

Lusa/Ao online   Nacional   19 de Dez de 2007, 05:25

O anteprojecto de proposta de lei que reforça punições criminais desportivas, as investigações aos crimes no Porto e a inauguração das estações do Metro de Santa Apolónia e Terreiro do Paço estão hoje em destaque na imprensa lisboeta.
O jornal Público destaca hoje na primeira página “Tráfico e administração de doping serão punidos por lei com prisão”, referindo que o anteprojecto reforça punições desportivas e cria a Autoridade Antidopagem.

    De acordo com o matutino, o Conselho Nacional do Desporto discutiu segunda-feira um anteprojecto de proposta de lei que revolucionará o combate ao doping em Portugal.

    Na capa, o Público realça também a neve que caiu na região transmontana e que levou ao corte de estradas e a inauguração hoje de manhã das estações do Metro de Santa Apolónia e Terreiro do Paço.

    “Colete da PSP em segurança assassinado” é a manchete do Correio da Manhã, referindo que a PJ tentou apurar as “possíveis relações de elementos da PSP ao mundo da noite portuense”.

    O matutino escreve que foi após a morte de Nuno Gaiato - a primeira vítima - que os investigadores encontraram um colete de protecção idêntico aos usados pela PSP.

    O CM adianta ainda que seis dos 11 suspeitos - indiciados dos crimes de terrorismo, associação criminosa, homicídio voluntário, tráfico de estupefacientes, receptação e posse de armas proibidas - detidos no domingo pela PJ saíram terça-feira em liberdade.

    “Câmara de Lisboa: Sindicância descobre dezenas de irregularidades” e “Cavaco pede mais apoio para inclusão” são outros temas em destaque no CM.

    O Jornal de Notícias avança na primeira página “Guerra na Justiça: Procuradores do Porto só trabalham na equipa especial com ordem escrita de [Procurador-Geral da República] Pinto Monteiro”.

    O diário adianta que o conflito nas estruturas do Ministério Público provocado por este processo já chegou ao ponto de Helena Fazenda, a magistrada nomeada por Pinto Monteiro para a equipa especial, não conseguir ter o apoio de qualquer magistrado do Porto durante os interrogatórios e ter de chamar dois procuradores de Lisboa.

    “Neve e gelo provocam o caos no nordeste” do país, “Estado falha na reinserção de jovens delinquentes” e “Sapatarias Charles ameaçam futuro de 400 trabalhadores” são outras chamadas de capa do JN.

    O Diário de Notícias faz manchete com o título “UGT abandona sede por causa de dívidas”, revelando que em causa está um montante de cinco milhões de euros que foi contraído para pagar acções no âmbito do Fundo Social Europeu nos finais da década de 90.

    A libertação de seis dos 11 detidos domingo durante a operação “Noite Branca” e a inauguração do Metro em Santa Apolónia e Terreiro do Paço, dez anos após início das obras, são outros assuntos em destaque no DN que avança ainda que a rede que trouxe clandestinos resgatados domingo junto à ilha da Culatra, em Olhão, traficam droga.

    O 24horas titula “Bruno Pidá explicou a guerra dos gangues”, adiantando que durante três horas e meia o detido contou como começou a violência na noite do Porto.

    “Joe Berardo acusa BCP de ocultar informação ao Banco de Portugal” é a manchete do Jornal de Negócios, que adianta que o empresário diz que banco violou regras contabilísticas de forma “ardilosa”.

    O JdN destaca ainda “Crise nos Mercados: Injecção recorde do BCE não entusiasma investidores” e uma entrevista ao ex-bastonário da Ordem dos Advogados Rogério Alves.

    O Diário Económico adianta na primeira página “Funcionários públicos vão ter mais descontos nos salários”, realçando que a partir de 2009, os funcionários vão descontar mais 1 por cento do salário.

    “Empresas nacionais fogem para a Roménia” e “Privatizações rendem ao Estado 340 milhões a mais que o previsto” são outros títulos do DE.

    A revista Focus destaca na sua edição de hoje “Famílias inteligentes”, referindo que pais brilhantes criam filhos espertos.

    A Focus faz ainda chamada de capa para uma eventual ameaça de remodelação no Governo de José Sócrates.

    O dinheiro que o Sporting tem para gastar em contratações para ultrapassar a crise dos últimos jogos e ainda a exorcização da derrota benfiquista de sábado frente ao Belenenses estão hoje em destaque na imprensa desportiva.

    “2 milhões no sapatinho” é o título da manchete do Record, referindo que “Paulo Bento já sabe quanto há para gastar” em contratações, de que um avançado se torna “urgente”.

    A Bola continua a digerir a derrota do Benfica frente ao Belenenses (1-0) e chama à capa o uruguaio Rodriguez, que diz estar de acordo com o técnico Camacho, pois “faltou atitude no Restelo”.

    O Jogo dedica o espaço principal da manchete ao jovem paraguaio Fernando Páez, do Sporting, que hoje completa 18 anos, revelando os gostos do jovem jogador: “Cola mandioca brincos e perfumes”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.