Revista de Imprensa Nacional


 

Lusa/Ao online   Nacional   14 de Dez de 2007, 06:53

A assinatura do Tratado de Lisboa, o aumento do tabaco em 30 cêntimos por maço e a ruptura no fornecimento da vacina BCG em Portugal são alguns temas hoje em destaque na imprensa lisboeta.
O Público destaca em manchete a assinatura do Tratado de Lisboa quinta-feira no Mosteiro dos Jerónimos, titulando “Uma nova etapa para uma Europa do Atlântico ao Mar Negro”.

    Sobre este assunto, o Jornal de Notícias escreve “O Futuro da Europa começou aqui”, referindo que foi assinado o documento que desbloqueia o impasse político dos últimos anos.

    “Primeiro desafio ao Tratado chama-se Kosovo” foi o título escolhido pelo Diário de Notícias enquanto o Correio da Manhã refere numa pequena chamada de capa “Tratado de Lisboa marca fim do impasse na Europa”.

    Público, CM, JN e DN destacam fotografias alusivas à assinatura do Tratado de Lisboa.

    O Diário de Notícias faz manchete com o título “Tabaco vai aumentar 30 cêntimos por maço” a partir do próximo ano em algumas marcas mais vendidas e que são fabricadas em Portugal.

    De acordo com o matutino, os novos valores, que já foram comunicados aos operadores pela Direcção-Geral das Alfândegas e Impostos Especiais sobre o Consumo, reflectem uma nova subida do imposto sobre o tabaco a partir do próximo ano.

    O Correio da Manhã anuncia “País sem vacina BCG [contra a tuberculose] há um mês”, salientando que os pais portugueses estão a optar por ir a Espanha vacinar os filhos recém-nascidos, pois o stock está esgotado em Portugal.

    “Buscas a empresas de vídeo” no âmbito da Operação Furacão e “Governo pressiona director da PJ” por causa da violência no Porto são outras chamadas de capa do CM.

    O Jornal de Notícias puxa para a capa “Mobilização geral na PJ para atacar crime no Porto”, explicando que o director nacional da Polícia Judiciária deu indicação para que todos os departamentos apoiem Directoria portuense com inspectores e meios materiais necessários.

    Também o jornal Público faz chamada de capa para os homicídios no Porto, titulando “PSP já estava sob investigação antes das mortes”.

    Na primeira página, o 24horas avança que “Polícia morto ia defender sócio do Passarelle”, salientando que Alfredo Morais contava com o amigo, um subcomissário da PSP encontrado morto há semanas no interior do seu automóvel, para o ajudar em tribunal.

    “[Filipe] Pinhal desiste do BCP se não reunir mais apoios” é a manchete do Diário Económico, referindo que as mudanças no banco podem complicar-se.

    “Autódromo do Estoril pode acabar em 2012” e “Tratado de Lisboa será explicado pelo País” são outros assuntos abordados hoje no DE.

    O Jornal de Negócios chama à primeira página “Berardo na PGR: procurador vai abrir inquérito ao BCP”.

    O económico diz que o Procurador-Geral da República vai iniciar uma investigação ao BCP na sequência da denúncia entregue quinta-feira por Joe Berado.

    “Operação Furacão chega a empresas de media” e uma sondagem que indica que “Portugueses querem imposto sobre fortunas” são outros assuntos em destaque no JdN.

    O Semanário Económico destaca em manchete “Espanhóis vendem em Portugal para pagar dívidas em Espanha”.

    De acordo com o jornal, os bancos do país vizinho pressionam investidores a vender imóveis em Portugal por causa da crise imobiliária em Espanha.

    O Semanário Económico refere ainda que “Lisboetas vão pagar mais 24 por cento em IMI no próximo ano” e “Fisco recupera 10,2 milhões de impostos na restauração”.

    O Semanário puxa para a capa “Tratado de Lisboa sem referendo”, salientando ainda que José Sócrates deve cumprir acordo de chefes de Governo no Conselho Europeu.

    O jornal destaca ainda uma entrevista ao líder parlamentar do CDS/PP, Diogo Feio, na qual fala sobre a governação PS.

    A provável renovação de David Luiz e contratação de César Delgado, no Benfica, e a estreia nas competições europeias de Luiz Paez, no Sporting, são hoje os assuntos que merecem mais destaque nas primeiras páginas dos jornais desportivo.

    “David Luiz até 2013” é a manchete de A Bola, segundo a qual o “Benfica segura futuro” fixando uma “Cláusula de rescisão de 50 milhões” de euros para quem quiser contratar o defesa central brasileiro.

    Já o Record aposta em “Delgado até 2012” como título principal, indicando que o “Avançado argentino acerta pormenores com o Benfica” e é considerado pelo ex-sportinguista Acosta como o “par ideal para Cardozo”.

    O Jogo descobriu que “Páez sucede a Ronaldo”, sendo “Mais um leão nas estreias de menores de 18 nas competições europeias”, depois de ter sido utilizado quarta-feira no encontro com o Dínamo de Kiev para a Liga dos Campeões, quando conta apenas com 17 anos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.