Revista de Imprensa Nacional


 

Lusa / AO Online   Nacional   11 de Dez de 2010, 07:40

Uma entrevista ao primeiro-ministro, a notícia de que há muitas vagas de emprego por preencher e a subida do preço do gasóleo ao valor mais alto dos últimos dois anos são algumas das manchetes da imprensa de hoje.

O semanário Expresso noticia hoje que “Metade das vagas de emprego fica por preencher”, nas áreas da metalurgia, da agricultura, do vestuário e do calçado, com os patrões a culparem os subsídios e os sindicatos a apontarem os salários abaixo do limiar da pobreza.

O caso WikiLeaks é o outro tema em destaque no semanário, que se debruça sobre a guerra digital em curso e as recentes revelações no site envolvendo os PALOP.

O Público dedica a sua primeira página ao ensino, com destaque para a possibilidade de o reforço da matemática passar a ser restrito a alunos com dificuldades, anunciada no âmbito do debate parlamentar e no rescaldo do relatório do PISA.

O aumento do número de queixas escolares de bullying homofóbico é o outro tema em realce neste jornal diário, que faz ainda chamada de primeira página para o “Nobel da Paz” entregue a uma “cadeira vazia”.

Educação é também um assunto de eleição do Diário de Noticias, que publica uma entrevista ao primeiro-ministro, na qual José Sócrates considera que esta governação fica marcada pela aposta na ciência e na educação e garante que os problemas de governação não são enfrentados com remodelações.

“Moody’s e Fitch lançam alerta sobre bancos portugueses” é outro título em destaque no DN, que noticia que uma das agências de rating admite a possibilidade de o Estado ter que intervir na banca.

No Jornal de Noticias, a manchete vai para a subida do preço dos combustíveis, com o anúncio de que o gasóleo chegou ao valor mais alto dos últimos dois anos.

A rusga aos imigrantes no Martim Moniz, com a detenção pela polícia de várias pessoas é o outro assunto que marca a primeira página do JN.

O Correio da Manhã escolhe para manchete o titulo “Gestor da EDP dá fortuna a Godinho”, revelando que um “ex-administrador da EDP Imobiliária pagou 15 vezes mais do que o devido a empresa do sucateiro por demolição e remoção de resíduos”.

O concerto de Lady Gaga que, segundo o jornal, provocou e encantou, levando o Pavilhão Atlântico ao rubro, está também em destaque na primeira página do matutino, que não deixa de fazer referência ainda à operação da policia contra imigrantes ilegais.

No jornal i, a entrevista a Carlos César é o tema central, com o Presidente do Governo Regional dos Açores a defender que cabe aos açorianos decidir como gastam o dinheiro, considerando que “mais vale um apoio social que uma obra cara e dispensável”.

O Diário Económico titula em primeira página que “Bancos garantem que não precisam de reforçar capital” e que os “juros voltaram a subir depois de BCE parar de comprar dívida”.

Nos desportivos, destaque para Scolari que sonha voltar a treinar Portugal, no jornal A Bola, o conflito entre o FC Porto e Sporting aberto pela arbitragem, no Record, e as declarações do presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, a defender a aposta no treinador Jesus, em O Jogo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.