Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO Online   Nacional   28 de Out de 2010, 06:51

A rutura das negociações entre Governo e PSD para o Orçamento do Estado (OE) faz hoje manchete em todos os jornais generalistas, que destacam também as acusações no caso “Face Oculta”.

A palavra “adiado” é o título principal do Diário de Notícias (DN), que adianta que o PSD deu mais cinco dias para o Governo aceitar as suas condições ou votará contra o OE.

No Público, a manchete refere que “0,1% do PIB é a diferença entre as propostas finais do Governo e PSD sobre o impacto das medidas na redução da receita fiscal” enquanto que o i salienta que "acordo falha por 0,3% do PIB", adiantando também que "PSD admite apoiar um governo de emergência".

“Zanga já custa 130 milhões”, destaca o Correio da Manhã (CM), adiantando que o mercado castigou Portugal com subida de juros após notícia da desavença orçamental.

O Jornal de Notícias (JN) escreve que “Governo e PSD abrem nova porta após rutura” e lembra que “Cavaco reúne Conselho de Estado para evitar crise”.

O Diário Económico (DE) afirma que a “rutura deixa Orçamento nas mãos de Bruxelas e de Cavaco” e noticia que o “PSD volta a aproximar-se da maioria absoluta” de acordo com o barómetro da Marktest, que atribui ao partido 42 por cento contra 25,1 por cento do PS.

“OE ou não é”, resume o Jornal de Negócios adiantando que a rutura “pode não ser o ponto final da questão” já que o PSD deixou “a porta aberta” até à véspera da votação.

O caso “Face Oculta” é também notícia em destaque, com a acusação a Armando Vara, José Penedos e Godinho, como refere o DN,

O i diz que o Ministério Público acusou 34 pessoas e duas empresas e o Público acrescenta que só a Manuel Godinho foram imputados 30 crimes.

O CM adianta ainda que “escutas a Vara e Sócrates mostram pressões de Mário Lino a Vitorino”.

A notícia do BCP em “tribunal para baixar a reforma paga a Jardim Gonçalves” é também comum a vários jornais, com o DN a explicar que só o antigo presidente do banco “não baixou reforma” e o DE a referir que Jardim Gonçalves recusou a decisão da administração.

O CM destaca também que o “BPN arrasta Caixa Agrícola”, adiantando que a “polícia e Ministério Público fizeram ontem [quarta feira] buscas na sede da instituição de crédito” e que há “suspeita de desvio de muitas dezenas de milhões de euros”.

O i também indica na capa que "GNR admite que falhou metas de redução dos acidentes" e que "comandante de esquadra de Lisboa sob investigação".

Nas revistas semanais, a Visão dá conselhos para ter “o país feliz e (mais) barato”, enquanto que a Sábado conta como foram “os anos dourados dos portugueses em África”.

Os desportivos dão destaque à decisão do treinador do Benfica de usar todos os jogadores no encontro com o Paços de Ferreira, com O Jogo a dizer que “Jesus faz peito para o dragão e não poupa nenhum dos jogadores ‘tapados’” com cartões amarelos.

A Bola faz manchete com uma declaração de Javi García - “Vamos continuar a pressionar o FC Porto” – e o Record diz que “Cardozo só daqui a 3 semanas”.

Os desportivos destacam também que os árbitros decidiram fazer greve no fim de semana do Fc Porto-Benfica, em protesto contra medidas de que serão alvo previstas no Orçamento do Estado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.