Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO Online   Nacional   12 de Out de 2010, 07:52

Os cortes na despesa pública continuam a fazer manchetes, com o i a destacar hoje que o Governo anulou concursos já abertos e o Diário de Notícias a anunciar que "juízes vão pagar imposto nos subsídios para casa".

Segundo o jornal i, "Teixeira dos Santos suspendeu todas as contratações de funcionários para o Governo, administração central e institutos públicos, incluindo as relativas a concursos já abertos".

A decisão "trava milhares de empregos e ameaça criar ruturas em sectores como a saúde", acrescenta.

O jornal destaca também que "China compra dívida portuguesa mas ameaça retoma" e que, na TAP, "cortes em salários dos chefes poupam 1,2 milhões" de euros.

De acordo com o Diário de Notícias (DN), os juízes vão passar a pagar imposto sobre os subsídios de 700 euros que recebem para casa, subindo os escalões de IRS, ao mesmo tempo que os seus salários sofrem um corte de 10 por cento, sendo que os sindicatos do sector já admitem aderir à greve geral de 24 de novembro.

O jornal diz ainda que o crédito malparado subiu em agosto, estando atualmente o nível de dívidas das famílias e empresas nos 10 milhões de euros.

O DN destaca ainda o lançamento hoje do livro de Nelson Mandela que conta a sua vida na prisão.

"Parcerias do Estado com privados derrapam 138 milhões de euros", avança o Público, explicando que o Estado pagou, até final do primeiro semestre, 888 milhões de euros com as obras que os privados constroem e o Governo paga. "Só os encargos diretos da Estradas de Portugal disparam 1700 milhões em 2014", acrescenta.

O jornal diz ainda que o serviço de Belas-Artes da Gulbenkian vai ser extinto em janeiro e refere que a PJ fez a maior apreensão de cocaína este ano.

O Jornal de Notícias adianta que "Lisboa estuda reduzir freguesias para metade" e destaca uma fotografia dos ex Presidentes da República Ramalho Eanes, Jorge Sampaio e Mário Soares, que apelam a um consenso urgente entre o PS e PSD.

O Correio da Manhã faz manchete com a investigação da morte da herdeira de Tomé Feteira, dizendo que "os telemóveis desmentem versão de [Duarte] Lima", e refere que Cavaco Silva marcou as presidenciais para 23 de janeiro.

O semanário O Diabo afirma que António "Costa já domina aparelho do PS" e que o autarca é o "sucessor preferido".

Os jornais económicos afirmam que a banca conseguiu reduzir a dívida ao Banco Central Europeu o que, segundo o Jornal de Negócios, se deve à venda da posição da Portugal Telecom na Vivo.

O Diário Económico diz que os juros das casas subiram para máximos de 17 meses e que os bancos estão a cortar o acesso ao crédito e a aumentar os 'spreads' e afirma que o Governo e os sindicatos bancários chegaram a acordo para integrar bancários na Segurança Social.

Adiatan também que "Portugal Telecom vai comprar 2,6% do BES ao fundo de pensões".

Já o Jornal de Negócios afirma que a greve do Fisco ameaça receitas de impostos e que "Governo de gestão pode pedir apoio do FMI".

Os desportivos destacam o jogo de hoje entre Portugal e Islândia, mas o Record diz também que o Milan cobiça João Pereira, do Sporting, e Fábio Coentrão, do Benfica.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.