Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO Online   Nacional   9 de Jul de 2010, 07:32

Os resultados dos exames nacionais do secundário, a introdução de portagens nas Scut e a decisão do tribunal europeu sobre a “golden share” do Estado na PT são alguns dos temas dos jornais de hoje.

“Baixaram as notas em metade das disciplinas”, salienta o Diário de Notícias (DN) na manchete, com o Jornal de Notícias (JN) a escrever “Média nacional de Matemática continua a subir”.

O Público titula “Português com notas abaixo da Matemática nos exames nacionais” e o Correio da Manhã (CM) “Cinco disciplinas abaixo da nota dez”.

Na manchete, o CM avança que “Impostos sobem até 2013”. Titula também “Sócrates fora da acusação no caso Freeport”, “Portugal entrega terroristas da ETA à justiça espanhola” e “’Helis’ do INEM sem médicos”.

Na manchete, o Público salienta “Maioria das agências de viagens só tem caução mínima para os clientes”, destacando-se também os títulos “Governo rejeita ilegalização da ‘golden share’”, “Vogal demite-se na comissão de contrapartidas”, “Rádio Clube vai calar-se a partir de domingo” e “Cuba: Farinas abandona greve de fome após 135 dias”.

No DN, lê-se “Ronaldo: papel de pai criticado por especialistas”, “Ensaio sobre Saramago pode fechar ‘Playboy’”, “Moniz Pereira: o adeus às pistas do Sr. Atletismo” e “Bruno: a história do guarda-redes acusado de matar a amante”.

Ainda no DN, “Férias judiciais voltam a começar a 15 de julho”, “Estado pode ter de indemnizar acionistas da PT”, “Scut: Governo e PSD acertam reduções progressivas de portagens” e “Deco: Dívidas levam 1500 famílias a pedir ajuda”.

O i titula “Nova derrapagem no caso Freeport. Acusação só depois do fim do segredo de justiça”, “PT-Telefónica: Sócrates diz que não, mas afinal as duas empresas negociaram a Vivo”, “Casa de José Magalhães na Arrábida foi demolida”, “Impostos abrem guerra entre o Governo e o PSD” e “Capa de julho sobre Saramago ameaça ‘Playboy’ em Portugal”.

“Filhos contra pais: 500 casos em tribunal para exigir pagamento da pensão” é outro título do i.

O JN salienta “Governo admite ceder à CGD golden share na PT após chumbo do tribunal”, “Habitação ilegal na Arrábida foi ao chão”, “Penas de prisão de 17 e 18 anos anuladas pela Relação”, “Ronaldo longe do filho ao lado de Irina” e “Sporting confirma Valdés por três épocas e Génova quer levar Miguel Veloso”.

O semanário Sol destaca “Escritório de Vitorino não avisou Sócrates” sobre o “aumento da oferta da Telefónica à PT”, “Queiroz aponta o dedo a Madaíl” e uma declaração do antigo líder do PS Ferro Rodrigues: “Não é preciso ser bruxo para prever que esta legislatura não chega ao fim”.

“Fisco investiga festivais de verão” e “Presidente do PE ‘puxa orelhas’ a Sócrates” são outros títulos do Sol.

O Diário Económico (DE) salienta “Governo restringe isenções nas Scut e avança com descontos” e uma declaração do presidente executivo da PT, Zeinal Bava: “É altura de encontrar a melhor saída para todas as partes”.

O DE titula ainda “Trabalhadores da Autoeuropa exigem aumento salarial de 3,8%”, “Mais de 200 gestores de empresas municipais não revelaram património”, “EDP quer passar a controlar a barragem que agora partilha com a Martifer” e “Peso da despesa pública vai manter-se acima dos valores anteriores à crise”.

O Jornal de Negócios titula “Portugueses levantam dez milhões por dia dos fundos de investimento”, “PSD pede informação adicional ao Governo para aceitar portagens nas Scut” e “Estatutos da PT têm de ser alterados para corrigir ilegalidade”.

Destaca também “O que tem faltado a Portugal, dramaticamente para nós, é sentido de orientação”, uma afirmação do presidente da Carris, José Silva Rodrigues, e “Patrick Monteiro sondado para tomar posição no capital da Galp”.

Os desportivos dão atenção ao mercado das contratações, com as manchetes “Génova ataca Veloso e Amorim” (A Bola), “Sporting avança para Drenthe” (Record) e “Valdés garantido Drenthe a caminho” (O Jogo).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.