Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO Online   Nacional   27 de Jun de 2010, 07:47

O “falhanço” da venda de imóveis do Estado em hasta pública, a revisão da lei do aborto e a despesa de 83 milhões de euros anuais do Estado com os partidos dominam hoje as manchetes dos jornais.

“Leilão de imóveis do fisco fica sem compradores” é a manchete do Diário de Notícias (DN).

Segundo o jornal, o Estado previa arrecadar mais de 3,5 milhões de euros com a organização da venda de imóveis realizada na semana passada, “mas a falta de ofertas fez com que o leilão rendesse apenas 158 mil euros”, o correspondente a 4 por cento do estimado.

O DN destaca ainda, na primeira página, uma entrevista a Jorge Sampaio, onde o ex-presidente da República defende que “rever a constituição não é uma prioridade” e que o seu apoio a Manuel Alegre é “natural”.

O jornal conta também que "prostitutas perdem clientes por causa da crise" e que foi detido o "gangue que assaltou mais de 100 casas de luxo".

O destaque do Público, por sua vez, remete para uma entrevista ao novo presidente do Conselho de Ética, Miguel Oliveira da Silva, onde o responsável defende revisão da lei do aborto.

O jornal diz também que “mães pós-40 aumentam 80 por cento” em Portugal e que “há cada vez mais mulheres a adiar a maternidade”, enquanto os casos de infertilidade vão crescendo.

A cimeira do G20, que decorre no Canadá, merece ainda destaque na capa do Público, com o jornal a escrever que a estratégia para sair da recessão está a dividir as 20 principais economias do mundo.

A manchete do Jornal de Notícias (JN) diz que “Estado gasta 83 milhões por ano com os partidos”, de acordo com cálculos elaborados para o período entre 1993 e 2009.

O destaque fotográfico do JN, por sua vez, vai para a seleção de futebol portuguesa que teve “palmas de ouro”, com os jogadores “rendidos” aos cerca de quatro mil adeptos que assistiram ao treino no sábado.

“Estado quer saber orientação sexual” é a manchete do Correio da Manhã, que escreve que o Instituto Nacional de Estatística (INE) vai questionar pela primeira vez nos censos do próximo ano sobre a orientação sexual dos portugueses, sendo a resposta obrigatória.

O Correio da Manhã destaca ainda na capa que “justiça perdoa pai que deixou bebé morrer ao sol” no ano passado em Aveiro.

“A vida louca de José Castelo Branco” faz, por seu turno, a manchete do 24 horas.

Nos desportivos, A Bola diz que “Moutinho perde braçadeira” e O Jogo conta que “Bayern e City [estão] em guerra por Coentrão”.

Sobre o mesmo assunto, o Record diz que os clubes estão “loucos por Coentrão” e que o Benfica recusou uma proposta de 20 milhões de euros feita pelo Bayern Munique.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.