Revista de Imprensa nacional


 

Lusa/AO ON line   Nacional   12 de Jun de 2010, 08:16

Os primeiros golos do Mundial de Futebol, o relatório da comissão de inquérito ao caso PT/TVI, o preço dos medicamentos e a crise na Europa estão hoje em destaque nos jornais nacionais.

O Público destaca a euforia no Mundial com o primeiro golo africano e noticia que os medicamentos genéricos vão ser 15 por cento mais baratos a partir de agosto em Portugal.

“Juiz diz que caso TVI só se percebe com escutas” e “Limite do défice deve estar na Constituição, insistis Luís Amado” são outras notícias com chamada de primeira página.

O Jornal de Notícia ilustra também a capa com uma fotografia da abertura do Mundial e destaca um caso de violência em que um homem matou a tiro a mulher e degolou a sobrinha, em Montalegre.

“PT/TVI: Relatório diz que Sócrates conhecia negócio, mas não o acusa de mentir” é outra notícia em destaque no JN, bem como as dúvidas de Mário Soares sobre a coragem dos líderes europeus no combate a especuladores e o pedido de perdão do Papa pelo abuso de crianças.

O 24 Horas faz o roteiro de férias dos políticos e destaca a morte da bisneta de Nelson Mandela num acidente de viação, bem como o crime de Montalegre.

O i faz a capa com entrevistas ao matemático Nuno Crato e as suas novas funções à frente do Tagus Park e ao cantor popular Quim Barreiros.

Os primeiros jogos do Mundial e o caso PT/TVI estão igualmente na primeira página do jornal, segundo o qual Sócrates não mentiu, nem disse a verdade toda.

O Correio da Manhã diz que nova poupança duplica juros e que certificados do tesouro arrancam em julho, destacando também que omissão de escutas afeta o processo “Face Oculta”.

“Vuvuzelas irritam Ronaldo” e “Nani acredita que podia jogar” são os destaques do Mundial na capa do jornal, que apresenta também as mais recentes decisões dos tribunais a favor da avaliação de desempenho dos professores no concurso de colocação.

O Diário de Notícias revela um guião da Igreja contra Cavaco Silva, afirmando que empurra Bagão Félix ou Santana Lopes para avançarem na corrida a Belém.

Segundo o DN, a Igreja não perdoa a Cavaco Silva ter promulgado o casamento homossexual, estando já a circular informalmente pelas paróquias um texto usado nas missas a criticar a decisão do presidente e a legitimar uma candidatura alternativa.

Cinco anos após a sua morte, o DN recorda a herança de Álvaro Cunhal e diz que falta de provas no alegado envolvimento do primeiro ministro no caso PT/TVI afasta moção de censura.

O Diário Económico destaca também o Mundial e revela que novo produto de poupança do Estado rende o triplo dos certificados de aforro.

“Inquérito conclui que Sócrates sabia do negócio PT/TVI” e “Campanhas não travam perda de 13 por cento de turistas nos hotéis da Madeira” são outros destaques.

O Expresso destaca os 25 anos de Portugal na União Europeia, com as opiniões de Mário Soares e Ernâni Lopes.

O semanário diz ainda que o relatório ao caso PT/TVI agrada a Passos Coelho e que os gestores e dirigentes públicos devem ser mais responsabilizados, citando o presidente do Tribunal de Contas, Guilherme d ´Oliveira Martins.

Nos desportivos, o Jogo diz que o Bayern tentou levar Coentrão por 15 milhões de euros, enquanto o Record titula “Saída do uruguaio do Benfica cada vez mais próxima: Puxão de orelhas a Cardozo”. A capa da Bola ilustra-se com as cores da festa do Mundial e com o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, a dizer que Cardozo ganha o que merece, não admitindo novo contrato.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.