Reunião dos deputados dos Açores com ministro da Agricultura "produtiva"

Reunião dos deputados dos Açores com ministro da Agricultura "produtiva"

 

Lusa/AO Online   Regional   6 de Mai de 2016, 06:30

O presidente da comissão de Economia da Assembleia Legislativa dos Açores considerou como "produtiva" a reunião com o ministro da Agricultura, destacando haver um "compromisso de canal aberto" entre o parlamento regional e o Governo da República.

 

“Foi uma reunião produtiva, onde todos os partidos expressaram preocupação e manifestaram, em alguns casos de forma mais veemente, a sua preocupação com a situação dos agricultores dos Açores e o facto dos preços que estão a ser pagos ao produtor serem bastantes baixos em relação ao ano passado”, afirmou à agência Lusa Francisco César.

Francisco César falava no final da reunião entre os deputados açorianos que integram o grupo de trabalho de acompanhamento do fim do regime de quotas leiteiras na região e o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, na Assembleia da República.

Este encontro sucedeu a outro, na quarta-feira, com os deputados da Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar.

Francisco César destacou a existência de um “compromisso de uma entreajuda e de um canal aberto entre a Assembleia Legislativa e o Governo da República”, o que, no seu entender, “satisfez a todos”.

“Foi uma boa reunião de trabalho onde foi especificado [pelo ministro Capoulas Santos] as medidas em curso de apoio a este setor e foi reivindicado junto do Governo da República a continuação da defesa dos interesses dos Açores e do setor dos laticínios na União Europeia”, adiantou.

O deputado acrescentou que no encontro foram abordadas outras temáticas, como “o esforço de abertura de novos mercados” e a “questão da relação entre a indústria e a distribuição, por causa do controlo de preços, para evitar que a distribuição, que é neste momento a parte mais forte de toda a cadeia de valor do setor dos laticínios, imponha à transformação preços muito perto dos preços de custo, senão abaixo dos preços de custo”.

“Julgamos existir alguns casos de ‘dumping’”, referiu, explicando que foi pedido ao ministro para que “continue a trabalhar junto da distribuição” no sentido de fazer aplicar a lei e, ainda, “alguma ação de sensibilização para que a distribuição não exija uma fatia de leão de um bolo que é cada vez mais curto”.

Os Açores, com 2,5% do território nacional, produzem cerca de 30% do leite do país e 50% do queijo.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.