Reunião do G7 no Canadá aborda ajuda ao Haiti e reformas financeiras


 

Lusa / AO online   Economia   5 de Fev de 2010, 10:37

A ajuda ao Haiti devastado pelo sismo de 12 de Janeiro, o estado da economia mundial e reformas financeiras serão temas abordados pelos dirigentes do G-7 numa reunião que começa esta sexta-feira em pleno Árctico, no Canadá.
Será sob uma temperatura exterior na casa dos vinte graus negativos em Iqaluit, no território esquimó de Nunavut, que os ministros das Finanças e governadores dos bancos centrais do Grupo dos Sete países mais industrializados - Canadá, Alemanha, Itália, França, Grã-Bretanha, EUA e Japão - iniciam a reunião de dois dias, a qual assumirá, de acordo com o governo de Otava, um tom “informal”, para promover o diálogo.

A recente tragédia no Haiti e o plano de reconstrução a pôr em marcha foram adicionados à agenda da reunião, tendo em vista que o G-7 reúne as principais nações doadoras.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.