Resultados são "uma grande vitória do PS"

Resultados são "uma grande vitória do PS"

 

Lusa/AO online   Regional   16 de Out de 2016, 22:20

O presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, que deverá ser de novo nomeado presidente do Governo Regional, disse que os resultados das eleições legislativas regionais, após quatro anos "exigentes", são uma grande vitória do partido.

“Estes resultados eleitorais são, nem mais nem menos, do que uma grande vitória do PS. O facto é que ao fim de quatro anos, particularmente desafiantes, exigentes, o PS mantém a representação em todas as ilhas na nossa região, é, aliás, o único partido que tem representação em todas as ilhas com deputados eleitos”, afirmou Vasco Cordeiro.

Vasco Cordeiro discursava no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, onde foi efusivamente aplaudido pelos presentes quando se dirigiu ao salão nobre.

O líder dos socialistas nos Açores realçou que o PS mantém “uma maioria estável que lhe permite cumprir os objetivos que definiu para esta eleição, com estabilidade, cumprir as propostas e as ideias, as soluções” apresentadas à população.

“Desse ponto de vista, esse objetivo está plenamente alcançado e plenamente cumprido”, adiantou, declarando ter “uma grande satisfação” com os resultados, pois “mais do que significarem o subscrever de uma proposta substantiva, eles atestam a confiança maioritária das açorianas e dos açorianos na forma como o PS tem governado a região, exercido o poder, como um garante de governabilidade, de estabilidade, mas também como um garante do diálogo com todos os outros partidos”.

Questionado se o combate à abstenção será também um objetivo a partir de segunda-feira, o cabeça de lista do PS pelo círculo de São Miguel referiu que “será muito mau se esse for apenas um objetivo” seu.

“Da mesma forma que será muito mau se esse for apenas um objetivo das forças políticas”, assinalou, salientando que esta questão “diz respeito a toda a sociedade, àqueles que têm uma participação política mais ativa e àqueles que não têm essa participação”, mas também aos órgãos de comunicação social na forma como valorizam e tratam não apenas os atos eleitorais”, mas a atividade política.

Para Vasco Cordeiro, “é mais do que tempo” que todos cheguem à conclusão de que é “necessário refletir muito a sério sobre aquilo que se passa", mesmo tirando as questões relativas à abstenção técnica ou à inflação dos cadernos eleitorais.

Antes, Vasco Cordeiro, acompanhado do mandatário regional e presidente honorário do PS/Açores, Carlos César, ambos com as respetivas mulheres, saudou o povo açoriano pela forma “tranquila e serena” como decorreu o sufrágio, saudando, ainda, “todas as forças políticas candidatas", assim como as suas lideranças e respetivos candidatos pela participação neste ato eleitoral.

O responsável saudou ainda todos os socialistas, em especial Carlos César, “pelo apoio, incentivo, presença”, e ao secretário-geral do partido, António Costa.

“Se é certa que a sua presença significou que todos os socialistas portugueses comungavam deste nosso percurso e deste nosso combate eleitoral, esta vitória do PS/Açores é, também, uma vitória de todos os socialistas portugueses”, acrescentou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.