Restos de café "transformam-se" em 66 toneladas de arroz


 

Lusa/AO online   Nacional   28 de Nov de 2012, 16:02

A Nespresso Portugal, através do seu projeto "Reciclar é Alimentar", entregou mais de um milhão de refeições ao Banco Alimentar Contra a Fome, obtidos a partir da reciclagem das borras do café utilizado.

O projeto, em vigor há três anos, recolhe cápsulas Nespresso para reciclagem e aproveitamento da borra do café que é integrada num composto agrícola, utilizado para fertilizar terrenos de arroz localizados no Alentejo.

O arroz foi processado, controlado e embalado pela Novarroz, e 66 toneladas foram doadas ao Banco Alimentar Contra a Fome.

O projeto "Reciclar é Alimentar" é totalmente português, desenvolvido com parceiros nacionais e destinado a ajudar os portugueses mais carenciados, tendo já sido adotado pela Nespresso Espanha.

No total dos três anos, este projeto já permitiu angariar cerca de 123 toneladas de arroz, o que representa cerca de 2,5 milhões de refeições atribuídas à organização liderada por Isabel Jonet.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.