Restauração promete baixar preços se Governo baixar IVA


 

Lusa / AO online   Economia   5 de Jan de 2010, 17:24

A Associação da Hotelaria e Restauração propôs ao Governo a diminuição da taxa do IVA de 12 para 5 por cento nos restaurantes, comprometendo-se em troca a reduzir os preços de venda ao consumidor em 7 por cento.
A ideia é que a redução do IVA esteja prevista no próximo Orçamento de Estado, que começa a ser discutido no final deste mês.

O repto da AHRESP - Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal visa fazer frente à "crise endémica que, há vários anos, assola a economia" portuguesa e ao "dramático ano de 2009".

Por outro lado, justifica a AHRESP em comunicado, surge na sequência de uma "decisão de Bruxelas, adoptada por vários governos, nomeadamente o francês, que diminuiu a sua taxa de IVA na restauração de 19,6 por cento para 5,5 por cento".

A associação, que representa 25 mil empresas em Portugal, afirma que esta medida inverteria "a fuga de empresas e consumidores para Espanha" que tem o IVA inferior ao português.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.