Renault vai chamar 15 mil veículos para resolver problemas nos motores a gasóleo

Renault vai chamar 15 mil veículos para resolver problemas nos motores a gasóleo

 

Lusa/AO Online   Internacional   19 de Jan de 2016, 07:43

O construtor automóvel francês Renault vai chamar 15 mil veículos, antes de serem comercializados, para resolver problemas em motores a gasóleo, relacionados com as normas antipoluição, anunciou hoje a ministra da Ecologia, Ségolène Royal.

 

A Renault "comprometeu-se a chamar 15 mil veículos para verificar e resolver os problemas existentes, para que o sistema de filtragem funcione", em todas as condições de temperatura, declarou Royal à rádio RTL.

O fabricante prometeu na segunda-feira apresentar um "plano técnico" nas próximas semanas para cortar as emissões poluentes dos veículos.

Na quinta-feira passada, o Governo francês anunciou que os testes efetuados em França, na sequência do escândalo da manipulação de emissões que envolveu a Volkswagen, mostraram que na Renault foram "ultrapassadas as normas" para o dióxido de carbono e óxido de azoto.

Os mesmos testes não indicaram existir qualquer dispositivo para manipular os resultados, como aconteceu no construtor automóvel alemão Volkswagen.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.