Remodelação do Governo dos Açores "era uma" evidência, diz PCP

Remodelação do Governo dos Açores "era uma" evidência, diz PCP

 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Jul de 2014, 12:48

O líder do PCP/Açores, Aníbal Pires, considerou hoje que a remodelação do Governo dos Açores anunciada no domingo "era uma evidência", atendendo à composição "demasiado curta" do executivo.

"A composição do Governo [Regional] era demasiado curta, com super-secretarias que acumulavam responsabilidades e tornavam o executivo algo ineficaz", justificou o dirigente comunista, em declarações à agência Lusa.

No seu entender, mais importante do que a mudança de nomes de titulares de diversas pastas, sobre os quais não se pronuncia, é que haja também uma mudança de políticas no arquipélago.

"Os Açores estão a atravessar uma grave crise económica e social e é necessário que a os Açores utilizem todas as competências estatutárias que estão ao seu alcance para tentar ultrapassá-la", insistiu Aníbal Pires.

Na sua opinião, é também necessário que o executivo do socialista Vasco Cordeiro tenha "um rasgo de criatividade" para "romper com as políticas do passado".

A remodelação do Governo dos Açores anunciada no domingo prevê a criação das Secretarias do Mar e dos Assuntos Parlamentares e a substituição dos titulares das pastas da Solidariedade Social e da Educação.

A deputada socialista no parlamento açoriano Isabel Rodrigues, de 49 anos, é a nova secretária Regional Adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares, cargo que não existia até agora no Governo dos Açores.

Por outro lado, surge a Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, que terá à frente Fausto Brito e Abreu, de 43 anos, que já foi conselheiro para os Assuntos de Ambiente, Clima e Política Marítima na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia.

Por causa desta mudança, a Secretaria Regional dos Recursos Naturais passa a designar-se Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente.

Por outro lado, Piedade Lalanda é substituída na pasta da Solidariedade Social por Andreia Costa, de 38 anos, que já foi presidente da câmara de Angra do Heroísmo, diretora regional da Solidariedade e Segurança Social e presidente do Instituto de Ação Social e do Centro de Gestão Financeira da Segurança Social.

Também Luiz Fagundes Duarte deixa a pasta da Educação e Cultura, que passa a ter como titular Avelino de Freitas de Meneses, 55 anos, que foi reitor da Universidade dos Açores de 2003 a 2011.

O XI Governo dos Açores, presidido pelo socialista Vasco Cordeiro, tomou posse em novembro de 2012.

 




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.