Remessas dos emigrantes crescem 17% e ultrapassam os mil milhões até maio

Remessas dos emigrantes crescem 17% e ultrapassam os mil milhões até maio

 

Lusa / AO online   Economia   28 de Jul de 2012, 12:38

As remessas dos emigrantes cresceram 17,7 por cento nos primeiros cinco meses deste ano face ao período homólogo de 2011, atingindo os 1.049,3 milhões de euros, revelam os dados mais recentes do Banco de Portugal.

 

O país de onde chega mais dinheiro é a França, com 343,9 milhões de euros nos primeiros cinco meses do ano, seguido da Suíça, com 239,7 milhões.

A Alemanha (70,9 milhões), os Estados Unidos (56 milhões) e a Espanha (50,2 milhões) completam os primeiros cinco lugares.

Do Reino Unido chegaram 48,3 milhões de euros, do Luxemburgo 29,3 milhões, do Canadá 18,2 milhões, da Venezuela 5,8 milhões e do Brasil 4,3 milhões.

Os restantes países enviaram em conjunto 119,3 milhões de euros.

Nos primeiros cinco meses deste ano, os depósitos feitos por emigrantes em bancos portugueses caíram 8,9 por cento, passando de 37,3 milhões de euros de janeiro a maio de 2011 para 34 milhões no mesmo período de 2012.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.