Reitores debatem papel social das Universidades


 

Lusa/AO On line   Nacional   31 de Mai de 2010, 06:31

A responsabilidade social da universidade é o mote do II Encontro Internacional de Reitores, que hoje e terça feira junta mais de mil reitores do ensino superior ibero-americano na cidade de Guadalajara, no México.

De Portugal está prevista a presença de 15 reitores e representantes do ensino superior, incluindo as Universidades de Coimbra, do Porto, Nova de Lisboa, Técnica de Lisboa, Beira Interior, Minho, Algarve e Madeira.

O reitor da Universidade do Porto, Marques dos Santos, será o único português a presidir a uma das onze mesas de debate internacionais, subordinada ao tema da mobilidade universitária.

Em declarações à agência Lusa, Marques dos Santos afirmou que a mobilidade só traz vantagens a estudantes, docentes e à sociedade, defendendo que deve haver mais apoios financeiros e uma aposta na eliminação de "barreiras administrativas" ao reconhecimento dos graus de ensino entre as universidades de países diferentes.

Entre 34 países, os representantes de universidades mexicanas estão em maioria no encontro - mais de 500 -, mas participam ainda mais de 150 universidades brasileiras, 66 espanholas, cerca de 50 da Colômbia, 45 da Bolívia e 43 do Peru.

Na abertura dos trabalhos, o catedrático mexicano Miguel Léon Portilla falará sobre a universidade na Ibero-América, seguindo-se a abertura de seis mesas de trabalho paralelas.

Além da mesa orientada por Marques dos Santos, os outros temas em debate serão o espaço ibero-americano de conhecimento, internacionalização e cooperação universitária, ensino superior como fator de coesão social e redes internacionais de universidades.

No segundo dia, os temas em debate serão as novas formas da docência universitária, a investigação em comum, a inovação e transferência do conhecimento e os objetivos da rede Universia no espaço ibero-americano do conhecimento.

No encontro participarão como observadores representantes de Moçambique, Reino Unido, Rússia, Estados Unidos, França, China, Haiti, Nepal e Nigéria, entre outros países.

A rede Universia, promovida pelo grupo Santander, inclui 1169 universidades de 23 países, que representam 13,5 milhões de estudantes e professores.

Em Portugal, 20 instituições públicas e privadas fazem parte da rede, representando 95 por cento das que integram o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, cujo presidente, Seabra Santos, também estará presente, tal como o presidente da Associação Portuguesa do Ensino Superior Privado, João Redondo, da Universidade Lusíada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.