Reino Unido convoca eleições na Irlanda do Norte


 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   16 de Jan de 2017, 16:59

O governo do Reino Unido dissolveu esta segunda-feira a assembleia da Irlanda do Norte e convocou eleições para 2 de março, depois da queda do governo regional, partilhado entre protestantes e católicos.

 

O ministro britânico para a Irlanda do Norte, James Brokenshire, anunciou a decisão, comunicando que o maioritário Partido Democrático Unionista (protestante) e o nacionalista Sinn Féin (católico) não conseguiram resolver a crise causada pela demissão do vice-primeiro-ministro Martin McGuinness.

O número dois do Sinn Féin abandonou o cargo na semana passada, em protesto contra a gestão de um escândalo financeiro detetado na política de energias renováveis do executivo regional, presidido pela líder do Partido Democrático Unionista, Arlene Foster.

O Sinn Féin exigiu a demissão da primeira-ministra da Irlanda do Norte, acusando-a de má gestão de dinheiros públicos relacionados com subsídios de programas de energias renováveis, mas Arlene Foster rejeitou uma investigação sobre a matéria.

James Brokenshire disse esperar que os dois partidos se consigam entender após as eleições de 2 de março, apenas dez meses depois da última votação.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.