Rei saudita visita Japão com diversificação da economia na agenda

Rei saudita visita Japão com diversificação da economia na agenda

 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   13 de Mar de 2017, 10:34

O rei Salman e centenas de empresários da Arábia Saudita estão esta segunda-feira no Japão para conversações que se devem focar nos laços económicos entre os dois países.

 

A visita é a primeira de um rei saudita em 46 anos, apesar de Salman ter mais recentemente visitado o país como príncipe.

A Arábia Saudita é um dos principais fornecedores de crude do Japão, representando cerca de um terço do total das importações nipónicas de petróleo do Médio Oriente.

O reino está a tentar diversificar a sua economia, afastando-se da dependência das exportações de petróleo, com Salman a realizar uma viagem de um mês à Ásia com o objetivo de impulsionar os interesses económicos e empresariais do país.

Um passo importante é a privatização da petrolífera pública saudita Aramco e meios de comunicação social indicam que o Japão vai instar a Aramco a listar-se na bolsa de valores de Tóquio.

Separadamente, o fundo soberano da Arábia Saudita e o fornecedor de telecomunicações japonês Softbank aliaram-se para criar um fundo de 25 mil milhões de dólares para investimentos em tecnologia.

O comércio entre os países caiu no ano passado arrastado pela queda dos preços do petróleo. Os 2,1 biliões de ienes (17,38 mil milhões de euros) em importações japonesas da Arábia Saudita em 2016, a maioria petróleo e gás, ficaram acima das exportações de 546,3 mil milhões de ienes (4,5 mil milhões de euros).

A delegação chegou no domingo em dez aeronaves.

A passagem de Salman pelo Japão segue-se a visitas à Indonésia e Malásia. O rei saudita deve depois viajar para Brunei, China e Maldivas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.