Rei saudita anuncia centro para oferecer ajuda humanitária ao Iémen


 

Lusa/AO online   Internacional   5 de Mai de 2015, 19:30

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdelaziz al-Saud, anunciou a criação de um centro com sede em Riade para oferecer ajuda humanitária ao Iémen em coordenação com as Nações Unidas.

 

O monarca fez o anúncio no discurso de abertura de uma reunião dos chefes de Estado dos países do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG).

O CCG permitiu a transferência do poder no Iémen em 2012.

Salman bin Abdelaziz al-Saud disse ter decidido intervir no Iémen, à frente de uma coligação árabe, para travar a deterioração da situação no país e contrariar o golpe das milícias xiitas 'huthis'.

"Prosseguiremos os nossos esforços para apoiar o Iémen com todas as nossas capacidades", salientou o rei saudita.

Assinalando que a operação "Devolução da Esperança", que se seguiu às operações militares da coligação árabe no Iémen, se baseia numa resolução da ONU, o rei saudita disse esperar que a sua aplicação se concretize rapidamente para promover o diálogo no país.

Nesse sentido, instou todas as forças políticas iemenitas que desejam a estabilidade no país a participarem na conferência de diálogo nacional, prevista para começar dia 17 em Riade.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.