Região vai lançar orçamento participativo jovem

Regional /
Berto Messias

550 visualizações   

O Governo dos Açores vai lançar em 2018 o orçamento participativo jovem, para incentivar a participação dos jovens açorianos no futuro da região, anunciou o secretário regional da Presidência para os Assuntos Parlamentares.
 

Berto Messias fez o anúncio na sede do Parlamento, na Horta, durante a discussão das propostas de Plano e Orçamento para 2017, que tem aprovação garantida por parte da maioria socialista.

"Está em curso a avaliação e levantamento, por parte da Direção Regional da Juventude, sobre todos os procedimentos a serem desenvolvidos, para implementar o orçamento participativo jovem já no Plano e Orçamento de 2018", revelou o governante.

Berto Messias disse também que o objetivo das políticas de juventude no arquipélago passa por garantir "mais empregabilidade, mais qualificação e mais participação cívica" dos jovens açorianos.

"Queremos mais cidadania e voluntariado", insistiu o secretário regional da Presidência, acrescentando que, para tal, o Governo vai impulsionar algumas iniciativas, como a realização de um encontro regional de associações juvenis e um plano de intercâmbio entre os jovens dos Açores e da Madeira.

O governante anunciou também a intenção de redinamizar o Conselho Regional da Juventude e o programa "Cartão Jovem", que oferece descontos na compra de produtos e serviços em todo o arquipélago.

"Queremos mais mobilidade interna. Continuaremos com o cartão interjovem e vamos alargar os benefícios deste cartão, para que qualquer jovem possa entrar gratuitamente nos centros de interpretação, nos museus e núcleos museológicos da região", frisou Berto Messias.

O secretário regional com a tutela da Juventude disse ainda que é intenção do executivo requalificar as pousadas de juventude da região, transformando-as num "ativo fundamental na oferta turística".

Berto Messias lembrou ainda que está em fase final de elaboração, o novo programa de apoio à Comunicação Social privada da Região (Promédia), que será apresentado no Parlamento no próximo mês de abril, para o qual estão reservados cerca de meio milhão de euros de incentivos.

Apesar dos anúncios do governante, o deputado do CDS, Alonso Miguel, criticou o executivo por anunciar "mais, mais, mais" para o setor da Juventude, mas no Orçamento para 2017, para esta área em concreto, existir "menos, menos, menos" em termos de verbas inscritas.

"Mais, mais, mais, senhor secretário, era também uma Pousada da Juventude para a Horta, era uma Pousada da Juventude para a Graciosa, era uma Pousada da Juventude para as Flores, não é andar dois anos sempre com as mesmas verbas inscritas para a modernização da Pousada da Juventude de São Miguel", apontou o deputado centrista.

Na resposta, Berto Messias lembrou que as políticas destinadas à Juventude não se reservam às medidas previstas no seu departamento governamental, recordando que as preocupações relativamente a este setor são transversais a todo o Plano e Orçamento.

As propostas de Plano e Orçamento do Governo dos Açores para 2017 serão votadas durante a madrugada de sexta-feira, após três dias de debate no Parlamento Regional, composto por 57 deputados (30 do PS, 19 do PSD, quatro do CDS/PP, dois do BE, um do PCP e um do PPM).