Emprego

Região sem juntas médicas para avaliar incapacidade temporária

Carregando o video...

 

Pedro Nunes Lagarto   Regional   15 de Set de 2010, 18:14

Catorze em cada cem açorianos que estão inscritos nos centros de emprego da Região Autónoma alegam que estão indisponíveis temporariamente para aceitar oferta de trabalho, embora beneficiem do subsídio de desemprego.
Percentualmente, os Açores são mesmo a Região do país com maior número de desempregados que alegam não reunir condições imediatas para o trabalho, por motivos de saúde.

Para se ter uma ideia da disparidade existente entre o que se passa nos Açores e resto do país basta dizer que é o Algarve que mais se aproxima do que acontece nos centros de emprego de Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Horta, com 3,3% dos inscritos a apresentarem baixa médica, quando por cá essa percentagem sobe para 14,3% (quatro vezes mais).



Leia esta reportagem na íntegra no jornal Açoriano Oriental de Quarta-Feira, dia 15 de Setembro de 2010

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.