Região quer beneficiar do apoio europeu ao setor leiteiro por causa do embargo russo


 

Lusa/AO online   Regional   29 de Ago de 2014, 15:45

O Governo dos Açores quer que as empresas regionais de lacticínios afetadas "direta ou indiretamente" pelo embargo russo beneficiem das medidas de apoio ao setor leiteiro anunciadas pela Comissão Europeia na quinta-feira.

O executivo açoriano "pretende que as empresas regionais que possam estar a ser ou que possam, no futuro, vir a ser prejudicadas, direta ou indiretamente, por via do embargo comercial da Federação Russa beneficiem dessas medidas ou de outras que venham a ser determinadas", lê-se num comunicado da Secretaria Regional da Agricultura hoje divulgado.

A Comissão Europeia anunciou na quinta-feira medidas urgentes de apoio específico ao setor leiteiro, face ao impacto que o embargo decretado pela Rússia já começa a ter no mercado europeu de lacticínios.

Os apoios visam o armazenamento privado de manteiga, leite desnatado em pó e certos queijos e serão discutidas a 05 de setembro, em Conselho de Ministros da Agricultura.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.