Rede de pornografia infantil com 12.000 suspeitos sob investigação


 

Lusa/AO   Internacional   24 de Dez de 2007, 11:14

A justiça investiga uma rede de pornografia infantil com 12.000 suspeitos, o mais importante processo até agora na Alemanha, indicou hoje o chefe do departamento central contra a pornografia infantil.
Este inquérito, designado "Himmel" (céu), visa igualmente outros suspeitos de 70 países, adiantou Peter Vogt, que é igualmente o procurador-geral de Halle (Estado regional de Saxe-Anhalt), à rádio Mitteldeutscher Rundfunk (MDR).

    Só em Saxe-Anhalt, no leste da Alemanha, o inquérito envolve 300 pessoas, suspeitas de "descarregar ficheiros ou possuir material de pornografia infantil", indicou Vogt.

    Segundo o jornal Mitteldeutsche Zeitung, a operação está a decorrer há vários meses na Alemanha.

    Um fornecedor berlinense de serviços na Internet, que "descobriu uma enorme troca de dados", deu a pista aos investigadores, disse Vogt.

    A análise dos dados mostrou tratar-se de acessos a um portal de pornografia infantil.

    "O material foi analisado, depois pedimos os mandados", adiantou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.