Rede de infraestruturas de saúde dos Açores ao nível do melhor que existe no país

Rede de infraestruturas de saúde dos Açores ao nível do melhor que existe no país

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Jul de 2017, 17:08

O secretário regional da Saúde dos Açores afirmou hoje que a rede de infraestruturas de saúde no arquipélago está “ao nível do melhor que existe no país” e anunciou que nesta legislatura serão investidos mais de 10,4 milhões de euros nesta área.

“No momento em que formalizamos o arranque de mais um investimento na saúde no Pico, não tenho dúvidas em dizer que a rede de infraestruturas da saúde nos Açores, que está em fase de consolidação, se encontra ao nível do melhor que existe no país”, disse Ruis Luís.

O governante discursava na assinatura do contrato para as obras de requalificação do centro de saúde das Lajes do Pico, iniciativa integrada na visita estatutária que o Governo dos Açores está a efetuar a esta ilha, a segunda maior do arquipélago, depois de São Miguel.

Segundo o secretário regional da Saúde, “este tem sido um caminho trilhado de forma consistente e planeada, que tem em conta a descontinuidade geográfica e as necessidades especiais” da condição de arquipélago.

“Numa década, a construção de raiz de novas unidades de saúde contemplou várias ilhas, de forma a dotar os profissionais de saúde de condições de trabalho à altura dos desafios de uma região que não pode dispor de um hospital em todas as ilhas, mas, sobretudo, no sentido de garantir mais e melhores cuidados de saúde aos açorianos”, continuou.

São Miguel, Terceira e Faial são as únicas ilhas com hospital.

Rui Luís precisou que “nos últimos dez anos foram inaugurados os novos centros de saúde da Graciosa, de Ponta Delgada [São Miguel], da Madalena do Pico, de Santa Maria, ampliado o centro de saúde da Praia da Vitória” e foram construídos o hospital da Terceira e um novo bloco no hospital da Horta, Faial.

O secretário da Saúde garantiu que o plano de modernização das infraestruturas de saúde “vai prosseguir nos próximos anos, com investimentos que contemplarão diversas ilhas”.

Em fase de execução encontra-se a empreitada de reabilitação do centro de saúde da Calheta, na ilha de São Jorge, tendo sido assinado o contrato para a ampliação do centro de saúde de Santa Cruz das Flores.

Segue-se a beneficiação do hospital e do novo centro de saúde da Horta e do centro de saúde das Velas, em São Jorge.

“Estamos a falar de um investimento público em infraestruturas, a desenvolver ao longo desta legislatura, superior a 10,4 milhões de euros, o qual reputamos de grande importância para responder ao direito dos açorianos de terem um seu Serviço Regional de Saúde com cada vez mais qualidade e cada vez mais acessível”, acrescentou Rui Luís.

A requalificação do centro de saúde das Lajes do Pico é um investimento na ordem dos 700 mil euros e tem um prazo de execução de um ano.

A deslocação do Governo dos Açores ao Pico, ilha do grupo central do arquipélago, termina na quarta-feira e cumpre o Estatuto Político-Administrativo da região, segundo o qual o executivo regional deve visitar cada uma das ilhas pelo menos uma vez por ano e que o Conselho do Governo reúna na ilha visitada.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.