Recusada liberdade condicional a Manuel Abrantes


 

Lusa/AO online   Nacional   4 de Fev de 2015, 13:40

O antigo Provedor adjunto da Casa Pia Manuel Abrantes, a cumprir prisão no âmbito do processo Casa Pia, viu hoje recusado pelo Tribunal de Execução de Penas o pedido de liberdade condicional, disse fonte ligada ao processo.

 

Segundo a mesma fonte, Manuel Abrantes já cumpriu metade da pena de cinco anos e nove meses de cadeia a que foi condenado, pelo que requereu a liberdade condicional, agora rejeitada.

A fonte não quis revelar, de momento, a fundamentação da decisão que recusou a libertação antecipada de Manuel Abrantes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.