Recolhidos 5500 fármacos para associações de solidariedade

Recolhidos 5500 fármacos para associações de solidariedade

 

Lusa/AO Online   Nacional   14 de Fev de 2010, 07:05

Cerca de 200 voluntários da Associação para a Assistência Farmacêutica recolheram hoje 5500 medicamentos para instituições de solidariedade social, mais mil do que no ano passado.

“Foi uma boa participação de todas as pessoas envolvidas, farmacêuticos, farmácias e voluntários, mas também dos utentes que, numa altura de crise, não deixaram de ser generosos e ajudar as pessoas mais carenciadas”, disse à Lusa o presidente da Associação para a Assistência Farmacêutica, Luís Mendonça.

Participaram 77 farmácias, onde cerca de 200 voluntários recolheram medicamentos de venda livre, produtos de saúde e higiene para 49 instituições de solidariedade social.

Às farmácias dos concelhos que já se tinham associado na anterior jornada de recolha de medicamentos - Almada, Amadora, Amora, Lisboa, Setúbal, Loures, Seixal, Palmela ou Odivelas - juntaram-se este ano farmácias de Oeiras, Barreiro, Moita e Montijo.

Com o lema "dê um medicamento a quem precisa", a organização da campanha elaborou listas de produtos que correspondiam às necessidades de cada instituição, que diferem consoante o grupo a que se dirige, por exemplo, crianças ou sem-abrigo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.