Recep Tayyip Erdogan foi investido no cargo de Presidente da Turquia

Recep Tayyip Erdogan foi investido no cargo de Presidente da Turquia

 

Lusa/AO online   Internacional   28 de Ago de 2014, 16:43

O primeiro-ministro cessante da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, foi empossado como Presidente da República, o que levou a oposição, que acusa o novo chefe de Estado de autoritarismo, a abandonar a cerimónia de posse.

 

O novo chefe de Estado cumprirá cinco anos de mandato, nos quais prometeu construir uma “nova Turquia”, através de uma nova Constituição e na aplicação de um programa de desenvolvimento ambicioso.

Erdogan, de 60 anos, fez o juramento de posse em Ancara.

Deputados da oposição do Partido Republicano do Povo (CHP) – que acusam Erdogan de violar a Constituição – saíram da cerimónia um pouco antes do novo Presidente ser investido no cargo.

Engin Altay, o líder dos deputados do CHP, atirou pelo ar o livro de regras que contém os procedimentos parlamentares e os deputados do seu partido deixaram o recinto antes de Erdogan ser empossado, o que aconteceu sob aplausos dos seus partidários.

O novo Presidente, do Partido para a Justiça e o Desenvolvimento (AKP), deixou claro que quer exercer um genuíno poder executivo como Presidente, depois de ter sido o primeiro chefe de Estado eleito diretamente.

Erdogan, que concorreu à Presidência na qualidade de primeiro-ministro, obteve 52% dos votos nas eleições de 10 de agosto.

Os seus antecessores no palácio presidencial de Cankaya desempenhavam um papel sobretudo cerimonial.

A eleição foi um triunfo para Erdogan – que se tornou primeiro-ministro em 2003 -, depois de sobreviver aos tumultuosos protestos de 2013 contra o governo e às acusações de corrupção no seu círculo mais íntimo.

Erdogan recebe a Presidência de Abdullah Gul, um ex-aliado próximo e cofundador do AKP, que agora não deverá desempenhar um papel no próximo governo.

Como Erdogan pode exercer dois mandatos presidenciais, teoricamente poderia ficar no poder até 2024 e neste período celebra-se os 100 anos da Turquia moderna (2023), o que poderá torná-lo uma figura histórica como Mustafa Kemal Ataturk, fundador da República turca e um grande reformador.

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Ahmet Davutoglu, de 55 anos, um aliado de longa data do novo chefe de Estado, irá substituir Erdogan no posto de primeiro-ministro do país.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.