Saúde

Rastreio regional de retinopatia diabética nas Lajes do Pico


 

Lusa/AO online   Regional   4 de Out de 2011, 18:42

O Governo dos Açores iniciou no concelho das Lajes do Pico um rastreio regional de retinopatia diabética, estimando que abranja no prazo de um ano os cerca de 16.550 diabéticos registados no arquipélago.
“O objectivo deste rastreio é conseguir a detecção precoce do problema da retinopatia que atinge os diabéticos”, afirmou o secretário regional da Saúde, Miguel Correia, em declarações aos jornalistas à margem da visita estatutária do Governo Regional à ilha do Pico.

A escolha desta ilha para o início do rastreio deve-se ao facto de 11 por cento da população do Pico sofrer de diabetes, o valor mais alto entre as nove ilhas do arquipélago dos Açores.

“Vamos fazer um exame anual aos diabéticos que estão registados para identificar precocemente situações que necessitam de acompanhamento”, frisou Miguel Correia, acrescentando que os doentes a quem for identificado este problema “serão encaminhados para o hospital de referência” da área onde se encontram.

Miguel Correia salientou que os diabéticos que estão registados no Serviço Regional de Saúde “serão contactados por concelho”, adiantando que se estima serem cerca de 16.550 doentes.

Os dados de um estudo realizado em 2009 indicam que 14 por cento da população dos Açores sofre de diabetes e, consequentemente, pode ser afectada pela retinopatia diabética, doença que pode levar à cegueira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.