Rasmussen defende dissuasão nuclear


 

Lusa / AO online   Internacional   22 de Abr de 2010, 18:31

A NATO deve manter uma política de dissuasão nuclear e criar um sistema comum de defesa antimíssil, afirmou esta quinta-feira o secretário-geral da Aliança Atlântica, Anders Fogh Rasmussen.
A Aliança Atlântica tem de continuar a dissuasão nuclear "num mundo incerto", disse Rasmussen na abertura de uma reunião informal de dois dias dos ministros dos Negócios Estrangeiros de países da organização em Tallinn, Estónia.

Esta reunião vai iniciar o debate sobre o futuro da política de defesa nuclear da organização, uma discussão que acontece depois de cinco países aliados (Alemanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo e Noruega) terem pedido em Fevereiro um debate alargado nesse sentido.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.