Questões sociais entre as prioridades do candidato da CDU a Angra do Heroísmo

Regional /
Câmara Municipal Angra do Heroismo

589 visualizações   

O cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Angra do Heroísmo nas eleições autárquicas de 1 de outubro disse hoje que uma das prioridades da sua candidatura são as questões sociais.
 

 

“A exclusão social parece-nos flagrante, foi agravada pela crise económica e financeira e também por más políticas a nível regional e autárquico desde há longos anos”, declarou à agência Lusa Paulo Santos, que apresentou hoje a sua candidatura, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, Açores.

O advogado, de 36 anos, dirigente do PCP/Açores, afirmou que a Câmara de Angra do Heroísmo “tem ao seu dispor os mecanismos que permitem dar a volta à situação”, referindo-se especificamente à necessidade de combater os “vínculos precários” na autarquia e empresas municipais.

Paulo Santos manifestou ainda preocupação com o urbanismo da cidade e do concelho, que têm como “parente pobre” a mobilidade.

“É importante discutir a questão dos parquímetros, que não trouxeram nada de novo e não resolveram qualquer problema na cidade de Angra do Heroísmo, tornando o uso das vias públicas e o estacionamento bastante oneroso para as pessoas”, salientou o candidato.

O militante comunista defende que a câmara deve apostar “mais na circulação dos peões e menos nos automóveis”, considerando ser importante “fomentar a discussão política à volta desta temática”.

A este propósito, admitiu o encerramento de vias ao trânsito na cidade de Angra de Heroísmo.

O candidato elegeu também o ambiente como outra das suas bandeiras, apontando a existência de “grandes dificuldades na recolha do lixo”, de forma particular nas zonas mais distantes da sede concelho, que estão a ser “prejudicadas com esta situação”.

Por outro lado, o cabeça de lista da CDU quer fazer “rejuvenescer o espírito de Angra do Heroísmo” para que a cidade “recupere a sua posição no contexto da região”.

“Se olharmos bem, Angra do Heroísmo tem um forte inventário cultural, mas não se percebe bem em que isto se materializa”, referiu, notando que a cidade já foi um “importante polo de difusão cultural e académica” dos Açores.

Além de Paulo Santos, concorrem à Câmara Municipal de Angra do Heroísmo o atual presidente, Álamo Meneses (PS), Marcos Couto (PSD) e Graça Silveira (CDS-PP).

Nas eleições de 2013, os socialistas obtiveram 48,10% dos votos e quatro mandatos, enquanto a coligação PSD/CDS-PP teve uma votação de 46,18% e elegeu três vereadores.