Euro/crise

Queda dos juros da dívida é "positiva" para Portugal


 

Lusa/AO online   Economia   7 de Dez de 2010, 11:06

O secretário de Estado do Tesouro e Finanças, Carlos Costa Pina, considerou esta terça-feira que é “positiva” a redução das taxas de juro da dívida portuguesa a dez anos.
“Esta redução [das taxas de juro] vai no bom sentido já que reduz a assimetria entre os juros e a situação real da economia portuguesa”, disse o secretário de Estado aos jornalistas, referindo-se à queda dos juros pedidos pelos investidores no mercado secundário para adquirir dívida pública portuguesa com maturidade a dez anos, que na segunda-feira fecharam nos 5,945 por cento.

Já esta manhã, os juros voltaram a negociar acima dos seis por cento.

Os juros da dívida portuguesa a dez anos atingiram o máximo histórico a 10 de Novembro, quando fecharam a sessão nos 7,036 por cento.

“Não só Portugal como também outros países estavam a suportar níveis de taxas juros que não tinham correspondência com os seus fundamentais, quer no plano das finanças públicas, quer da economia, quer da robustez do sistema financeiro”, acrescentou Costa Pina, que considerou que a redução dos juros exigidos pelos investidores nos últimos dias é “positiva” pois “aproxima o risco da rendibilidade adequada para estes instrumentos”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.