Queda de blocos de granito de grandes dimensões na origem de mortes na Guarda

Queda de blocos de granito de grandes dimensões na origem de mortes na Guarda

 

Lusa/AO Online   Nacional   7 de Jul de 2014, 18:55

O desabamento de blocos de granito de grandes dimensões, de um muro de uma casa em construção, terá estado na origem da morte de duas pessoas esta segunda-feira na Guarda, disse o comandante dos bombeiros da Guarda, Paulo Sequeira.

 

"O alerta que recebemos foi para a queda de uma parede e veio a concretizar-se isso, portanto, a queda de uma parede de granito, que estava a ser edificada aqui nesta obra de uma moradia e que atingiu os operários que se encontravam a trabalhar na mesma, provocando a morte dos mesmos, infelizmente", declarou o responsável.

Segundo o comandante, os dois trabalhadores, com cerca de 50 anos, residentes no concelho da Guarda, "foram atingidos pela parede que desabou" no momento em que "estariam a trabalhar, pelo menos nas imediações", no exterior do edifício em construção.

Adiantou que quando os bombeiros chegaram ao local, após o alerta, que foi dado pelas 15:31, já não foi possível salvar as duas vítimas, que foram atingidas pelos blocos de granito, de uma parede com cerca de três metros, que "estava a ser trabalhada" quando ruiu.

Os corpos das vítimas foram retirados do local, pelas 17:30, pelos bombeiros da Guarda e transportados para o Gabinete de Medica Legal daquela cidade.

Não há, de acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, mais vítimas a assinalar.

Paulo Sequeira disse à agência Lusa, contudo, que estavam três trabalhadores envolvidos nesta obra, mas só dois foram atingidos pela queda dos blocos de granito.

No local, além dos bombeiros e da PSP, estiveram dois elementos da Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) e técnicos responsáveis pelo plano de segurança da obra.

O acidente ocorreu na Quinta do Prazo, junto da estrada de ligação do Bairro de São Domingos, na Guarda, a Carapito de S. Salvador, nos arredores da cidade.

Estiveram também presentes no local os Bombeiros Voluntários da Guarda, com sete viaturas e 17 elementos, de acordo com o comandante da corporação.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.