Quatro localidades dos EUA e Açores tornam-se Cidades Irmãs

Quatro localidades dos EUA e Açores tornam-se Cidades Irmãs

 

AO/Lusa   Regional   15 de Nov de 2014, 12:33

Quatro cidades e vilas dos Açores e dos Estados Unidos estão a tornar-se Cidades Irmãs durante este outono, fortalecendo os laços que unem a região autónoma aos estados da Nova Inglaterra.

 

A vila de São Roque, no Pico, está a geminar-se com Pawtucket, no estado de Rhode Island. A vila do Nordeste, em São Miguel, associou-se com Dartmouth, em Massachusetts.

No início do mês, o presidente da câmara de Pawtucket, Don Grebien, recebeu o seu homólogo de São Roque, Mark Silveira, que nasceu nesta cidade dos Estados Unidos e voltou para os Açores com seis anos, e os dois homens deram início ao processo.

"Dada a grande percentagem de naturais de São Roque do Pico residentes em Pawtucket e áreas vizinhas, gostaria de solicitar ao mayor Donald Grebien a possibilidade da geminação entre os dois municípios", disse Mark Silveira, dirigindo-se a Grebien, que concordou com o pedido.

Quanto a Dartmouth e Nordeste, o acordo já está terminado.

O presidente da câmara açoriano, Carlos Mendonça, disse que "muitas pessoas do nordeste procuraram uma vida melhor nos Estados Unidos e encontraram uma segunda casa em Massachusetts e nesta cidade de Dartmouth".

"Não se trata apenas de assinar uma folha de papel. É tudo o que podemos fazer juntos no futuro", acrescentou.

O vereador de origem portuguesa John George, Jr. notou que existem "tremendas oportunidades económicas, sociais e educacionais" que podem ser exploradas pelos dois parceiros.

Dartmouth já estava geminado com as localidades micaelenses da Lagoa e Povoação. A cidade acolhe uma universidade onde existe um centro de estudos portugueses, oferece uma licenciatura em português e tem uns arquivos dedicados à comunidade portuguesa.

Cidades Irmãs é um programa internacional, criado depois da 2 Guerra Mundial, que pretende fomentar a cooperação cultural e económica entre regiões distantes geograficamente, e que tem sido usado pelos Açores para fortalecer os laços com as comunidades onde residem os seus emigrantes.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.