Quatro famílias desalojadas em Angra do Heroísmo


 

LUSA/AO online   Regional   4 de Set de 2015, 19:47

Quatro famílias foram retiradas das suas casas por prevenção, esta tarde, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, onde a proteção civil já registou 64 situações de inundação em habitações por causa da chuva

"Há quatro situações de desalojamento, mas não sabemos se serão momentâneas ou se se irão manter", revelou, em declarações à Lusa, fonte do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

Segundo o delegado regional do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Diamantino Henriques, entre as 14:00 e as 15:00 (hora local) choveu 19 litros por metro quadrado numa parte da ilha Terceira, no grupo central, mas a chuva intensificou-se na hora seguinte, tendo-se registado 36 litros por metro quadrado entre as 15:00 e as 16:00.

Devido às chuvas fortes, a proteção civil registou "64 ocorrências" em Angra do Heroísmo, sobretudo situações de inundação de habitações.

Duas ribeiras transbordaram, uma na freguesia de São Bento e outra na freguesia da Ribeirinha, próximas da cidade de Angra do Heroísmo.

Há várias estradas cortadas ao trânsito e a Proteção Civil ainda não tem previsão de quando voltarão a estar transitáveis, até porque a ilha Terceira (grupo central) permanece sob aviso amarelo.

Segundo o meteorologista do IPMA Carlos Ramalho, uma "linha de instabilidade" mantém-se no arquipélago, mas está-se a deslocar para leste, sendo possível que atinja a ilha de São Miguel (grupo oriental) nas próximas horas.

O aviso amarelo devido à precipitação mantém-se no grupo central até às 20:00, sendo o grupo oriental fica em aviso amarelo entre as 18:00 e as 22:00.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.