Quase três mil refugiados mortos no Mediterrâneo desde o início do ano

Quase três mil refugiados mortos no Mediterrâneo desde o início do ano

 

Lusa/AO online   Internacional   22 de Jul de 2016, 10:40

Quase três mil migrantes morreram no Mediterrâneo desde o início do ano, o número mais elevado de mortes registado num período tão curto, indicou a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

 

"Este é o terceiro ano consecutivo em que as vítimas mortais ultrapassam as três mil, mas nunca tinha sido registado antes do final de julho, o que é muito alarmante", disse o porta-voz da OIM em Genebra, Joel Millman.

Cerca de 90% destas mortes ocorreram na zona central do mar Mediterrâneo, entre a Líbia e Itália.

Em quase todos os casos, os migrantes eram oriundos de países da África subsaariana.

A crise dos refugiados na Europa começou há quatro anos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.