Publicado concurso público para transporte aéreo de carga e correio dos Açores

Publicado concurso público para transporte aéreo de carga e correio dos Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   26 de Jan de 2017, 15:23

O concurso público para a concessão do transporte aéreo de carga e correio entre os Açores e o continente português, de 9,4 milhões de euros e por três anos, foi hoje publicado no Jornal Oficial da União Europeia.

“Com este concurso estamos a pôr em prática o transporte de carga entre a região e o continente, nas rotas Lisboa-Ponta Delgada-Terceira-Lisboa ou Lisboa-Terceira-Ponta Delgada-Lisboa, uma vez que as restantes, as rotas das ilhas do Faial, Pico e de Santa Maria para Lisboa já estão abrangidas por obrigações de serviço público decorrentes do transporte de passageiros”, afirmou à agência Lusa o secretário regional dos Transportes e Obras Públicas, Vítor Fraga.

Para Vítor Fraga, “esta é uma medida essencial para a conclusão da implementação de todo o modelo de acessibilidades na região”.

“É uma das peças fundamentais deste modelo, uma vez que irá permitir que as nossas empresas se tornem mais competitivas ao nível das suas exportações”, adiantou.

Segundo o governante, o concurso impõe à concessionária que disponibilize, através de avião cargueiro, “15 toneladas de carga por dia, sendo que pelo menos 13 dessas toneladas têm de ser disponibilizadas a partir das 17:00 locais” mais uma hora em Lisboa, potenciando, dessa forma, a valorização dos produtos açorianos, “nomeadamente da fileira da pesca”.

“Estima-se que o facto de conseguirmos que esses produtos entrem nas cadeias de distribuição no próprio dia lhes introduz uma valorização de cerca de 30%”, destacou, assinalando que, associado a todo este processo, “está uma redução de 40% nas tarifas aéreas dos produtos” que os Açores mais exportam.

Por outro lado, o governante referiu que “toda esta oferta se divide no verão IATA (de abril a outubro) por seis frequências semanais e no inverno IATA (sigla em inglês para Associação Internacional de Transporte Aéreo) por cinco frequências semanais”

“O concurso tem um preço-base de 9,4 milhões de euros. Teve um reforço ao nível do preço-base de um milhão de euros face ao anterior concurso, que ficou deserto”, declarou, adiantando que a expectativa do Governo Regional é que este fique concluído “no decorrer do mês de abril” e que “o serviço se inicie nessa data”.

Questionado sobre se teme que o concurso fique, de novo, deserto, Vítor Fraga respondeu que foi feito “um trabalho de base” entre os governos regional e nacional, este último responsável pelo lançamento do curso, para que “seja suficientemente atrativo e desperte o interesse dos potenciais candidatos a efetuar este serviço”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.