PT compra empresa brasileira de tecnologias de informação


 

Lusa/AO Online   Economia   8 de Fev de 2010, 07:28

A Portugal Telecom anunciou hoje a compra da brasileira GPTI, uma operação que vai permitir à PT passar a ser a quarta maior empresa de tecnologias de informação no Brasil.
 

A operação será feita através da fusão da GPTI na Dedic, do grupo PT. Ou seja, a Dedic vai emitir acções para a entrada dos actuais accionistas da GPTI na empresa portuguesa dedicada ao negócio de 'contact centres'.


Em informação enviada à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, a PT informa que a empresa brasileira "é um 'player' sólido, com 19 anos de história no mercado de serviços de Sistemas e Tecnologias de Informação", acrescentando que a GPTI tem "uma forte carteira de clientes", nos quais se incluem, por exemplo, os bancos Bradesco, Itaú e Unibanco ou as multinacionais IBM, General Electric ou a Oracle.


A empresa, que facturou 140 milhões de reais (54,2 milhões de euros) em 2009, será adquirida "através da emissão de acções pela Dedic, subsidiária detida a 100% pela PT que actua no mercado de 'contact centre' no Brasil".


Segundo informa a PT, na sequência da operação, "os accionistas actuais da GPTI deterão uma posição de 12,5 por cento no capital da Dedic. Esta posição poderá variar, de acordo com o desempenho operacional e financeiro da empresa adquirida em 2010 e 2011, entre 5 por cento e 20 por cento".


Segundo o comunicado, a dívida financeira da GPTI ascende a 80 milhões de reais (31 milhões de euros).


Esta aquisição enquadra-se na estratégia da PT de consolidar e reforçar a sua presença no Brasil e investir em activos onde a empresa portuguesa "possa acrescentar valor e que possam complementar o portfolio actual".


Para a Portugal Telecom, a importância desta compra está na criação de "um 'player' integrado" no sector e "desenvolver competências numa área estreitamente relacionada com as telecomunicações e reforçar a relação comercial com parceiros brasileiros relevantes".


Com esta aquisição, a PT poderá "partilhar sinergias e melhores práticas com a actividade de sistemas e tecnologias de informação em Portugal".


A compra da GPTI encontra-se sujeita a autorizações das autoridades brasileiras.


Segundo estudos, é expectável que o mercado de serviços de tecnologias de informação cresça 15 por cento em 2010, muito por causa da retoma da economia brasileira.


Os serviços de tecnologia e informação no Brasil passaram dos 5,4 mil milhões de euros em 2003 para os 10,5 mil milhões de euros em 2008, representando actualmente cerca de 1 por cento do Produto Interno Bruto brasileiro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.