PSP de Rabo de Peixe, vai mudar-se para Santa Casa da Ribeira Grande

PSP de Rabo de Peixe,  vai mudar-se para Santa Casa da Ribeira Grande

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Set de 2015, 19:29

A esquadra da PSP de Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel, vai transitar, a "breve trecho", para as antigas instalações da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande, onde passará a funcionar.

“Efetivamente, a esquadra de Rabo de Peixe, num futuro bastante próximo, vai transitar para as instalações da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande. Ainda não sabemos quando, apenas que as obras estão bastante adiantadas”, disse à agência Lusa o subcomissário Nuno Costa, do Comando Regional dos Açores da PSP.

O subcomissário Nuno Costa refere que falta apenas “ultimar alguns pormenores” e que existem “poucas alterações a efetuar” para que os vinte e três elementos da esquadra de Rabo Peixe, bem com os recursos técnicos, se deslocalizem.

O elemento do Comando Regional dos Açores considera que a PSP passa assim a operar na vila piscatória de Rabo de Peixe em instalações que se considera “adequadas” para o desempenho de funções policiais.

Desde 19 de junho que a esquadra da PSP em Rabo de Peixe está encerrada, por estar situada num local em risco de derrocada, tendo os agentes sido transferidos para o concelho da Lagoa e a presença policial na vila ficado assegurada através de dois postos móveis 24 horas.

A 15 de maio, a ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, visitou a ilha de São Miguel, no âmbito da comemoração do 16.º aniversário do Comando Regional da PSP nos Açores, e participou na homologação do protocolo para instalação da nova esquadra de Rabo de Peixe, tendo anunciado a manutenção da força policial na vila para "uma resposta de proximidade” junto da população.

O Governo dos Açores enviou, a 25 de junho, uma carta à ministra da Administração Interna a manifestar preocupação com a situação da esquadra de Rabo de Peixe e disse-se disponível para contribuir para a “célere reinstalação" da polícia.

Na carta, enviada pela secretária regional Adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Isabel Rodrigues, é transmitida a preocupação do executivo açoriano "perante notícias, já confirmadas publicamente, de que o processo de transferência da esquadra da PSP em Rabo de Peixe para um imóvel, propriedade da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande", naquela vila, "sofre constrangimentos".

Isabel Rodrigues acrescentou que "perante esta situação, que causa justificado alarme social” na vila “e contraria o compromisso de 15 de maio”, o “Governo dos Açores manifesta disponibilidade para, dentro do quadro de cooperação que vigora, contribuir para uma solução que permita a célere reinstalação da esquadra da PSP em Rabo de Peixe”.

A 26 de junho, a Câmara Municipal da Ribeira Grande anunciou a disponibilidade de “ceder gratuitamente” à PSP um edifício provisório em Rabo de Peixe para que os agentes, transferidos para o município da Lagoa, regressem à vila “o mais depressa possível”, o que vai agora ter lugar para as antigas instalações da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.