PSI 20 sobe ligeiros 0,04% na semana


 

Lusa / AO Online   Economia   21 de Dez de 2007, 18:19

O principal índice da Euronext Lisboa, PSI 20, subiu 0,04 por cento nos últimos cinco dias, após duas semanas em queda, animada por BCP e Galp Energia.
    A praça de Lisboa conseguiu terminar a semana positiva, enquanto as congéneres internacionais encerraram sem tendência definida.

    A semana ficou marcada por novas injecções de capital por parte de bancos centrais como o Banco Central Europeu (BCE), o que levou a quedas consecutivas nas taxas de juro no mercado interbancário, e por declarações de Jean-Claude Trichet.

    O presidente do BCE afirmou que a economia da Zona Euro está confrontada a um período de inflação elevada "mais prolongada" do que era esperado e que "o conselho de governadores está preparado para conter os riscos ascendentes para a estabilidade dos preços", deixando claro que não estava a pensar num corte das taxas de juro para aliviar as pressões no mercado do crédito.

    O dólar terminou os últimos cinco dias com um saldo positivo face ao euro, enquanto o petróleo viveu uma semana com alguma volatilidade.

    O PSI 20 caiu em três das cinco sessões, registando forte liquidez, numa semana em que sete títulos subiram, 12 desceram e um (REN) ficou inalterado.

    A maior valorização pertenceu à Galp, que valorizou 8 por cento.

    A Brisa acumulou uma subida de 0,7 por cento na semana.

    Na banca, o BCP somou 3,5 por cento, o BPI progrediu 1,3 por cento, enquanto o BES desceu 1,9 por cento.

    No universo Sonae, a Sonae Indústria perdeu 7 por cento, protagonizando a maior queda semanal, a Sonaecom desceu 5,3 por cento e a casa-mãe deslizou 3 por cento.

    A PT Multimédia desceu 3,1 por cento e a Portugal Telecom recuou 1,6 por cento.

    A EDP viveu uma semana negativa, perdendo 2,39 por cento.

    Nas praças europeias, Paris caiu 0,05 por cento, Londres ganhou 0,58 por cento, Frankfurt progrediu 0,68 por cento, Madrid perdeu 1,84 por cento e Milão desvalorizou 1,62 por cento.

    Os índices de referência DJ Stoxx 50 e Euronext 100 encerraram em queda de 0,77 e 0,06 por cento, respectivamente.

    Nos Estados Unidos, o Nasdaq Composite encaminhava-se para uma subida semanal de 1,49 por cento e o Dow Jones Industrial para uma valorização de 0,49 por cento.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.