Bolsa

PSI 20 sobe 0,41% e acompanha Europa


 

Lusa / AO online   Economia   18 de Jan de 2010, 15:37

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI 20, encerrou esta segunda-feira a subir 0,41 por cento para os 8.529,28 pontos, em linha com a Europa, impulsionado pela PT e pela Teixeira Duarte.
Dos 20 títulos que compõem o índice de referência, 13 encerraram a subir e sete a descer, numa sessão em que trocaram de mãos 45,7 milhões de acções, no valor de 106,1 milhões de euros.

A Teixeira Duarte e a PT, que viu a sua avaliação revista em alta pela Goldman Sachs, protagonizaram as maiores descidas, com a construtora a avançar 2,59 por cento para 1,10 euros e a operadora a ganhar 1,60 por cento para 8,23 euros.

A liderar as perdas estiveram a Sonaecom, que deslizou 1,99 por cento para 1,87 euros, e a Brisa, que caiu 0,60 por cento para 7,25 euros.

No sector financeiro, o BCP avançou 0,71 por cento para 0,84 euros, o BES ganhou 0,42 por cento para 4,72 euros, enquanto o BPI cedeu 0,18 por cento para 2,19 euros.

Na energia, EDP, EDP Renováveis e Galp encerram no vermelho, enquanto a REN fechou a ganhar 0,49 por cento para 3,02 euros.

A EDP cedeu 0,55 por cento para 3,04 euros, a EDP Renováveis deslizou 0,19 por cento para 6,70 euros e a Galp recuou 0,07 por cento para 12,81 euros.

A Cimpor subiu 0,81 por cento para os 6,42 euros, depois de no domingo a Camargo Corrêa ter reiterado o seu "interesse sério e não oportunístico" numa operação de fusão com a Cimpor, respondendo assim a uma notificação da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) solicitando esclarecimentos.

Na Europa, os mercados encerram positivos, com os ganhos a oscilarem entre os 0,81 por cento de Londres e os 0,22 por cento de Madrid.

O índice Euronext 100 avançou 0,59 por cento para 691,73 pontos e o índice DJ Stoxx 50 subiu 0,80 por cento para 2.610,56 pontos.

"Em relação à situação da Grécia, o respectivo mercado bolsista registou perdas superiores a dois por cento, na semana em que os ministros das finanças da Zona Euro se reúnem em Bruxelas para estudar o plano da Grécia para reduzir o défice orçamental", referem analistas do BPI.

Nota ainda para o facto de o mercado norte-americano estar hoje encerrado, em comemoração do Dia de Martin Luther King.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.