Emprego

PSD quer flexibilizar contratos para jovens e desempregados


 

Lusa / AO online   Economia   15 de Jun de 2010, 12:08

O presidente do PSD afirmou esta terça-feira que a sua proposta de criação de “extensões contratuais mais flexíveis” pretende combater a desconfiança dos empregadores e dar mais oportunidades aos desempregados de longa duração e aos jovens.
Falando no final de uma audiência com o primeiro-ministro, José Sócrates, sobre a agenda da cimeira europeia, na quinta-feira, em Bruxelas, Pedro Passos Coelho frisou que o PSD “não tenciona mexer no Código de Trabalho” no âmbito do conjunto de reformas que defende para a economia portuguesa.

“De forma extraordinária, vamos propor medidas excepcionais, que vigorem no máximo até 2014. O objectivo é criar extensões contratuais mais flexíveis para os cidadãos que estão à procura do primeiro emprego, ou para os que já estão desempregados”, apontou o líder social-democrata.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.