Política

PSD preocupado com elevado número de armas ilegais na Região

PSD preocupado com elevado número de armas ilegais na Região

 

Lusa / AO online   Regional   13 de Jul de 2010, 15:42

Os deputados do PSD na Assembleia da República eleitos pelo círculo dos Açores estão preocupados com o elevado número de armas ilegais no arquipélago e pretendem saber que medidas o Governo da República vai tomar para inverter este quadro.
Nesse sentido, Mota Amaral e Joaquim Ponte questionaram o ministro da Administração Interna para saber se está previsto um reforço da segurança nos Açores, atendendo ao papel que o arquipélago “parece assumir no circuito nacional de armas ilegais”.

Num documento entregue na Assembleia da República, os dois deputados açorianos do PSD perguntam ainda quais as medidas que o executivo adoptou ou pretende adoptar para “garantir a tranquilidade” na região.

A iniciativa dos deputados social-democratas surge na sequência de um recente estudo da Universidade de Coimbra que indica que cerca de 80 por cento das armas ilegais apreendidas nos Açores entre 2004 e 2008 já tinham sido registadas no continente.

Para os dois deputados, estes dados “confirmam que a região faz parte do circuito nacional de armas ilegais”, apresentando uma elevada percentagem de armas apreendidas que já tinham estado legais no continente.

Os dois deputados pretendem saber se o governo “tem conhecimento” desta situação, questionando ainda se está previsto um reforço dos meios marítimos e aéreos “para garantir a segurança” do território açoriano.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.