PSD diz que ruiu grande parte do cinema do aeroporto de Santa Maria


 

Lusa/AO Online   Regional   28 de Jul de 2017, 18:34

O PSD denunciou hoje que "grande parte" do antigo cinema do aeroporto de Santa Maria, nos Açores, construído pelos Estados Unidos da América, "ruiu", e acusou o executivo açoriano de "adiar sucessivamente" a recuperação do histórico imóvel.


“Grande parte do antigo Cinema do Aeroporto, um edifício histórico na ilha de Santa Maria, ruiu. Com este triste acontecimento ruiu também a credibilidade do governo regional perante os marienses, já que a tão prometida recuperação do imóvel foi sempre sucessivamente adiada”, afirmou o presidente da comissão política da ilha de Santa Maria do PSD, Paulo Parece.

Em comunicado, o dirigente social-democrata salientou que o desabamento do edifício do antigo Cinema do Aeroporto “é resultado da negligência do governo regional e constitui um duro golpe na preservação da memória histórica da ilha de Santa Maria”.

“O antigo Cinema do Aeroporto era um relevante símbolo da história de Santa Maria. Tratava-se de um importante exemplar da arquitetura que os norte-americanos deixaram na ilha. Foi palco de momentos que ficaram na memória coletiva dos marienses. Tudo isto se perdeu”, refere.

O comunicado da comissão política da ilha de Santa Maria do PSD lembra que "uma verba para a obra de recuperação do antigo Cinema do Aeroporto foi incluída no Orçamento da Região para 2013 e que um anteprojeto foi apresentado pelo Governo Regional em 2015".

“Já em 2016, dois meses antes das eleições regionais, o executivo socialista adjudicou a obra, mas esta nunca avançou”, acrescenta.

Em fevereiro do ano passado, o Conselho do Governo dos Açores autorizou a abertura do concurso público para recuperar o cinema, um investimento de quatro milhões de euros visando dotar o imóvel de condições para espetáculos de teatro, dança, música e cinema e para a realização de conferências.

O cinema do aeroporto de Santa Maria, uma sala com 501 lugares, está fechado desde 2007 por motivos de segurança, dado o estado de degradação.

A Força Aérea dos Estados Unidos da América (EUA) instalou-se em Santa Maria durante a II Guerra Mundial e ali teve uma base aérea até ir para as Lajes, na ilha Terceira, no início dos anos de 1950.

Como fizeram posteriormente nas Lajes, os EUA construíram em Santa Maria uma pequena cidade para os seus militares, com habitações e infraestruturas como este cinema.

Essas infraestruturas passaram depois para a tutela nacional e, décadas mais tarde, de forma progressiva, para a propriedade da Região Autónoma dos Açores.

O projeto para o edifício do cinema prevê a recuperação e preservação da estrutura original, que é toda em madeira, o aumento do palco e a redução de lugares (para 278), a criação de um bar, a construção de um parque de estacionamento e o reforço das fundações, que são pouco profundas, dado que esta foi uma infraestrutura pensada para ser temporária.

A Lusa tentou uma reação junto da secretaria da Educação e Cultura, mas tal não foi possível até ao momento.


   

   


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.