PSD deverá reunir em congresso em março de 2012


 

Lusa/AO Online   Nacional   20 de Dez de 2011, 06:22

A Comissão Política Nacional do PSD deverá hoje propor ao Conselho Nacional social-democrata a realização de eleições diretas para a liderança do partido a meio de março de 2012 e de um congresso no final desse mês.

Este calendário foi avançado à agência Lusa por fontes sociais-democratas e um membro da direção nacional do PSD confirmou que é o mais provável.

O Conselho Nacional do PSD, órgão máximo partidário entre congressos, vai reunir-se hoje à noite, num hotel de Lisboa, para marcar eleições diretas e um congresso para o próximo ano e aprovar os respetivos regulamentos. Antes, haverá uma reunião da Comissão Política Nacional do PSD.

A realização de diretas e de um congresso eletivo em 2012 decorre dos estatutos do PSD, que estabelecem que "os mandatos dos órgãos eletivos do partido são de dois anos, contando-se a sua duração a partir da data da eleição".

O atual primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, foi eleito presidente do PSD em eleições diretas em 26 de março de 2010 e os atuais órgãos nacionais do partido foram eleitos no congresso realizado nos dias 9, 10 e 11 de abril desse ano.

Além de eleger os novos órgãos nacionais, o congresso a realizar no próximo ano deverá servir para alterar os estatutos e o programa do partido, disse à Lusa o secretário-geral do PSD, José Matos Rosa, na semana passada.

Na agenda da reunião de hoje do Conselho Nacional do PSD estão também a aprovação do orçamento para 2012 e a análise da situação política.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.