PSD desafia Carlos César a rever compensação salarial


 

Lusa/AO On line   Nacional   10 de Dez de 2010, 05:52

O secretário-geral do PSD, Miguel Relvas, desafiou hoje o presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, a rever a sua decisão de compensar os funcionários públicos desta região pelos cortes salariais de 2011.

"Penso que está na hora de o senhor presidente do Governo Regional dos Açores pôr a mão na consciência e alterar a sua posição", declarou Miguel Relvas aos jornalistas, à margem de um jantar de homenagem a Francisco Sá Carneiro, num restaurante do Estádio da Luz, em Lisboa.

"Portugal atravessa uma situação difícil. Estamos a pedir sacrifícios aos portugueses e esses sacrifícios têm de ser para valer", acrescentou o secretário-geral e porta-voz do PSD.

O jantar de homenagem ao antigo primeiro-ministro e antigo presidente do PSD Francisco Sá Carneiro, falecido há 30 anos, foi organizado pela plataforma "Portugal com Futuro", criada por militantes sociais-democratas de Lisboa.

Hoje, o ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, afirmou que o Governo da República não tem poderes para "interferir" na decisão do Governo Regional dos Açores de atribuir uma remuneração compensatória aos funcionários públicos desta região com salários entre 1500 e 2000 euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.