Partidos

PSD defende "acordos justos" entre o Governo e IPSS

PSD defende "acordos justos" entre o Governo e IPSS

 

Lusa/AO online   Regional   27 de Out de 2010, 18:09

A presidente do PSD/Açores defendeu esta quarta-feira o estabelecimento de “acordos justos” entre o Governo Regional e as instituições particulares de segurança social (IPSS) do arquipélago.
“As IPSS apoiam crianças e idosos, assumindo importância particular a valência das ajudas à terceira idade, que deve ser mais sublinhada num quadro de envelhecimento demográfico que coloca novas exigências em matéria de conciliação da vida profissional e familiar”, considerou Berta Cabral, depois de uma reunião com dirigentes da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada (SCMPD).

Numa referência ao desempenho desta instituição, ouvida pelo PSD no quadro da preparação dos debates no Parlamento açoriano do Orçamento e Plano da Região para 2011, a dirigente social-democrata realçou a circunstância de a SCMPD ser das poucas entidades nos Açores com um serviços de cuidados continuados para idosos, que pretende ampliar.

Para isso, necessita de “mais acordos com o Governo Regional para aumentar o número de camas”, acrescentou Berta Cabral, indicando que a Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada garante um serviço nesta área a “um custo muito inferior ao hospital”.

Trata-se de uma valência que garante assistência a “doentes internados, que necessitam de cuidados permanentes”, exigindo a “valorização do pessoal e o estabelecimento de acordos justos” com o Governo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.