PSD com dúvidas sobre impacto da solução para contribuintes


 

Lusa/AO Online   Economia   19 de Dez de 2016, 16:29

O deputado do PSD Duarte Pacheco manifestou hoje dúvidas sobre se a solução do Governo para atenuar as perdas dos lesados do papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES) terá impactos para o contribuinte.

 

"Se a solução foi encontrada sem pôr os contribuintes a pagar, excelente. Se os contribuintes, na primeira linha ou numa segunda linha, vierem a ser chamados a pagar, foi um mau compromisso", declarou.

O deputado social-democrata adiantou que o grupo parlamentar irá requerer ao Governo que envie à Assembleia da República toda a informação sobre este compromisso, afirmando recear que tenha sido divulgada "apenas parte da verdade".

"A tradição deste último ano é que os contribuintes são sistematicamente chamados a pagar aquilo que são os acordos e as soluções que nós tememos que também aqui possa acontecer o mesmo", disse.

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje que a solução encontrada consiste num "compromisso equilibrado" que permite reforçar a confiança no sistema financeiro português.

O chefe do Governo afirmou que o mecanismo "garante aos contribuintes que não terão de assegurar com o seu esforço financeiro a ultrapassagem desta situação".

O mecanismo encontrado pelo Governo PS visa minorar as perdas dos cerca de 4.000 clientes do BES que compraram papel comercial do GES, que foi à falência, e cujo reembolso nunca receberam.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.