PSD assumirá responsabilidades se romper diálogo com o PS

PSD assumirá responsabilidades se romper diálogo com o PS

 

Lusa/AO Online   Nacional   14 de Out de 2015, 16:54

O presidente do PS advertiu hoje o líder PSD, Pedro Passos Coelho, que assumirá as responsabilidades se romper as negociações, salientando que os socialistas não podem ser tratados como partido "amanuense" dos sociais-democratas, "como se fosse o CDS".

 

Carlos César falava aos jornalistas, após o primeiro-ministro ter afirmado que o PSD não faria mais reuniões com o PS para procurar uma solução do Governo caso se repetisse o caráter inconclusivo do encontro realizado na terça-feira, na sede nacional do PS, em Lisboa.

"Quem precisa de fazer negociações com o PS é justamente o Governo que tem minoria [PSD/CDS], que não está em condições de se apresentar ao Presidente da República como uma alternativa estável. O PSD assumirá as suas responsabilidades perante os portugueses se romper com um diálogo que visa a constituição de um Governo estável", avisou o ex-presidente do Governo Regional dos Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.